Chaves para a vitória dos Rams no Super Bowl 56

A contagem regressiva para o Super Bowl 56 está chegando ao fim. Los Angeles Rams ou Cincinnati Bengals, quem vai vencer a grande final da NFL neste domingo (13) no SoFi Stadium? Eis a grande questão que permeia o mundo da NFL. Pensando em responder esta pergunta, o Endzone Brasil preparou uma série especial de dois textos – analisando com um pouco mais de profundidade quais os motivos que levarão as equipes ao tão sonhado Troféu Vince Lombardi em fevereiro.

Após listarmos as chaves do sucesso para o Cincinnati Bengals, agora falaremos sobre como o campeão da NFC, Los Angeles Rams, deve chegar ao título do Super Bowl. Veja aqui alguns pontos cruciais para a vitória dos Rams e porque a equipe vencerá a grande decisão da NFL!

Veja as últimas do Super Bowl 56:

Sem segredos, Cooper Kupp deve ser o foco ofensivo primário

Inevitavelmente, o sucesso ofensivo dos Rams passará pela conexão entre Matthew Stafford e Cooper Kupp. Contando com os playoffs, Kupp soma um ridículo total de 170 recepções na temporada. Alinhando-se na maioria do tempo no slot, o melhor recebedor da NFL deverá abusar da marcação em zona da secundária dos Bengals.

Além disso, com a tendência da defesa rival em jogar no ‘mano a mano’ em 3rd e 4th downs, Kupp terá tudo para criar seu próprio espaço contra a marcação individual, principalmente com suas rotas ‘opcionais’. Sendo assim, é praticamente impossível que ele seja parado pela defesa de Cincinnati. Embora o grupo tenha se mostrado ótimo em situações adversas, o ataque dos Rams não deve cometer os mesmos erros que o ataque dos Chiefs e dos Titans.

Com o foco primário em Kupp, Stafford também terá boas oportunidades para explorar a capacidade de Odell Beckham Jr. e Van Jefferson ‘abertos’ nas laterais do campo. Outro que pode surpreender é Kendall Blanton, que substituirá o lesionado Tyler Higbee na posição de tight end.

Aaron Donald e Von Miller devem ser cruciais no pass-rush

Muito se comenta sobre a frieza de Joe Burrow no pocket. No entanto, a linha ofensiva dos Bengals já sofreu muito nesta pós-temporada. Contra um pass-rush liderado por Aaron Donald e Von Miller, a história não deve ser muito diferente. A fantástica dupla pode se alinhar em qualquer posição da linha defensiva e focar em explorar principalmente as fraquezas do lado direito da OL rival.

Da mesma forma, com a linha tendo que lidar com a dupla de nível ‘elite’, Leonard Floyd pode se aproveitar dos espaços extras e infernizar Burrow no pocket. Assim, tirando o conforto de Burrow desde o apito inicial, com forte pressão e muitas blitzes, a defesa dos Rams ‘anula’ de certa forma o potencial explosivo do ataque adversário. Este duelo será fundamental por toda a partida. E é muito, muito difícil, visualizar a porosa OL dos Bengals contendo o violento pass-rush dos Rams.

Por que os Rams vão vencer o Super Bowl 56?

Além dos pontos previamente citados, os Rams, de uma maneira geral, apresentam um elenco muito mais completo. Com talento de alto nível em todas as fases do jogo, Los Angeles parece ser um time pronto para vencer agora.

Então, boa sorte para a defesa dos Bengals na tentativa de parar o monstruoso ataque aéreo dos Rams. Outro ponto totalmente favorável e possivelmente decisivo é a força de L.A. nas trincheiras. Em ambos os lados desta batalha, a equipe é mais forte e têm jogadores mais perigosos.

Voltando a falar da defesa, não podemos esquecer Jalen Ramsey e Darious Williams. Os cornerbacks serão focados durante todo o confronto, buscando conter a extrema velocidade do grupo de recebedores rival. Embora Ramsey seja a grande estrela desta dupla, não subestime Williams e sua capacidade de quebrar jogadas cruciais.

Com todos esses pontos a favor, um elenco estrelado, além de jogar em casa e contar com uma vasta superioridade no quesito ‘experiência’, o Los Angeles Rams se sagrará campeão do Super Bowl pela segunda vez em sua historia.

    Matheus Puk

    Ex-estudante de jornalismo, Matheus escreve sobre suas maiores paixões: os esportes americanos.

    Odds Shark Ad Bottom