Patriots dominam os Falcons e vencem por 25 a zero em Atlanta

A defesa dos Patriots deu um show em Atlanta (Reprodução/Patriots)

Se o New England Patriots não aparecia entre os favoritos ao título da NFL no início da temporada, o panorama na semana 11 é completamente diferente. Os Pats voltaram a campo no Thursday Night Football e deram um show defensivo contra o Atlanta Falcons – na reedição do Super Bowl 51. Dominantes em todos os aspectos do jogo, os Patriots não tomaram conhecimento do rival e desta vez não precisaram de uma virada épica para vencer: atropelamento de 25 a zero no Mercedes-Benz Stadium, na Georgia. O triunfo desta quinta-feira (18) foi o quinto seguido a equipe de Bill Belichick.

Se no Super Bowl 51 o destaque foi para a virada épica do ataque, liderado por Tom Brady, nesta quinta-feira foi a defesa que roubou a cena: pela primeira vez desde 1988 os Falcons não perdiam de zero em casa. Feroz nos três setores, os Pats limitaram Atlanta a 165 jardas totais e tiveram quatro interceptações. Mac Jones teve mais um jogo sólido e mais uma vez não comprometeu: foram 22 de 26 passes completos para 207 jardas, um touchdown e uma interceptação.

Do outro lado, foi mais uma noite para o torcedor dos Falcons esquecer. O ataque segue um desastre: foram três pontos anotados somando os dois últimos jogos! A defesa até segurou a onda e manteve o time vivo por algum tempo, mas foi desmoronando na medida em que Matt Ryan e companhia não anotavam um pontinho sequer. Falando nele, o quarterback terminou com 153 jardas de passe e duas interceptações. Josh Rosen e Feleipe Franks entraram no lugar do ex-MVP, já nos últimos minutos, e conseguiram a proeza de lançarem uma interceptação cada um (a de Rosen foi uma pick-six).

Como fica para Patriots e Falcons

Enquanto New England chega a 7-4 e assume a ponta provisória da AFC East, os Falcons seguem na lanterna da NFC South com 4-6.

Veja também:

Domínio total dos Patriots contra os Falcons na primeira etapa

Apesar da atmosfera na Georgia, os Patriots dominaram do primeiro ao último snap e não deram qualquer chance para os Falcons ao longo da partida. Apoiado no forte jogo terrestre, New England controlou o relógio e logo abriu 10 a 0 no primeiro período: um field goal curto de Nick Folk e um touchdown de Mac Jones para Nelson Agholor – o único ofensivo da partida.

Atlanta buscava o melhor ritmo no ataque, mas Matt Ryan sentia demais a pressão do front seven dos Pats. Sem Calvin Ridley e com Kyle Pitts ‘anulado’ por Bill Belichick, o QB vivia uma noite para esquecer em casa. Do outro lado, Folk converteu o segundo field goal dele na noite, no estouro do cronômetro, e os Patriots foram para os vestiários vencendo por 13 a 0.

Defesa segue amassando e garante vitória dos Pats com várias interceptações

A saga dos Falcons seguiu na segunda etapa. A defesa até deu um sinal de vida interceptando Mac Jones no terceiro período, mas o ataque não foi capaz de chegar de capitalizar o turnover. Do outro lado, Nick Folk converteu mais dois field goals na noite e abriu 19 a 0 com muita tranquilidade.

Quando tudo parecia definido, eis que Josh Rosen entra no lugar de Matt Ryan nos minutos finais e consegue a proeza de lançar uma interceptação retornada para touchdown. Feleipe Franks assume o posto no último minuto e lança outra interceptação logo no seu primeiro passe – encerrando a noite melancólica dos Falcons em casa. Grande vitória dos Patriots na Georgia!

Próximos jogos de Patriots e Falcons

As duas equipes voltam a campo no dia 28 de novembro à 15h: os Falcons visitam os Jaguars na Flórida e os Patriots recebem os Titans em Foxborough.

    Matheus Filippi

    Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL, Matheus Filippi é fundador e editor-chefe do Última Jarda

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Odds Shark Ad Bottom