Sem Prescott, Cowboys vencem os Vikings no Sunday Night Football

Green Bay dominou nas trincheiras e venceu com justiça (Reprodução/Packers)

Quando o Dallas Cowboys anunciou a ausência de Dak Prescott no Sunday Night Football, muitos esperavam uma vitória tranquila do Minnesota Vikings na noite deste domingo (31). Os Cowboys mostraram que a força do elenco vai muito além do seu quarterback: a defesa foi incrível e garantiu a vitória por 20 a 16 no hostil US Bank Stadium, em Minneapolis. O duelo fechou a rodada dominical da semana 8 da NFL.

O triunfo sem seu principal jogador mostra que Dallas possui um dos elencos mais completos e perigosos da liga atualmente. Os Cowboys tiveram mais jardas totais e tempo de posse no ataque – e muito disso pode ser colocado na conta de Cooper Rush. O quarterback desconhecido foi bem em seu primeiro jogo como titular na carreira: foram 325 jardas, dois touchdowns e uma interceptação. Agora, o principal destaque vai para a defesa – que parece a cada dia mais feroz nas mãos de Dan Quinn: foram apenas 278 jardas totais e 16 pontos para Minnesota.

Do outro lado, fica a imensa decepção de ver um quarterback que nunca havia sido titular na NFL dominar a defesa em pleno US Bank Stadium. No ataque, Kirk Cousins teve uma atuação bem abaixo do esperado: apena 184 jardas, um touchdown e nenhuma interceptação. Dalvin Cook até teve bons avanços, mas também não foi um fator: 78 jardas em 18 corridas.

Veja também:

Vikings saem na frente dos Cowboys em primeiro tempo morno

Impulsionado pela atmosfera incrível no US Bank Stadium, os Vikings abriram o placar logo no primeiro drive da partida: dez jogadas e touchdown de Kirk Cousins para Adan Thielen. Do outro lado, as coisas não iam bem nos Cowboys sem Dak Prescott. O time controlou o primeiro período em tempo de posse, mas saiu zerado: Greg Zuerlein errou um field goal de 43 jardas e o estreante Cooper Rush lançou uma interceptação. 7 a 0 Vikings.

Dallas teve mais uma campanha longa no segundo período e entrou na red zone, mas teve que se contentar com um field goal de Zuerlein (esse ele converteu). Minnesota recebeu a bola de volta e também trabalhou bem a bola, mas o drive terminou em field goal de 45 jardas de Joseph. Em um primeiro tempo morno, os Vikings foram para os vestiários vencendo por 10 a 3.

Cooper Rush brilha e dá a vitória aos Cowboys no fim

Os ajustes que os Cowboys fizeram nos vestiários funcionaram: a equipe voltou com tudo e logo empatou a partida em Minneapolis. Rush soltou o braço e lançou o primeiro touchdown da carreira na NFL em grande estilo: conexão de 73 jardas com Cedrick Wilson. 10 a 10 no US Bank Stadium.

Minnesota tentou responder na mesma moeda, mas Kirk Cousins não estava muito inspirado. Mesmo em marcha lenta no ataque, os Vikings voltaram a assumir a ponta do placar com um field goal curto. Não demorou para Dallas voltar a empatar o duelo – em mais um chute certeiro de Zuerlein. 13 a 13.

A defesa dos Vikes até apareceu e forçou um fumble em Rush, mas o anêmico ataque não capitalizou o turnover. Apoiado em faltas da defesa de Dallas, Minnesota ficou muito próximo da end zone no último período, mas teve que se contentar com um field goal curto de Joseph. 16 a 13 Vikings.

Cooper Rush se viu em uma situação complicada: 2:51 no relógio e precisando de um touchdown para vencer. E não é que ele deu conta do recado? O QB reserva acertou bons passes e lançou o touchown da vitória: uma linda bola para Amari Cooper no último minuto! A defesa dos Cowboys fechou a porta de Cousins nos últimos segundos e garantiu a grande vitória de Dallas fora de casa!

Próximos jogos de Vikings e Cowboys

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo (07) às 15h: os Vikings visitam os Ravens em Baltimore e os Cowboys recebem o Denver Broncos no AT&T Stadium.

    Matheus Filippi

    Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL, Matheus Filippi é fundador e editor-chefe do Última Jarda

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Odds Shark Ad Bottom