Rams batem Seahawks de virada na abertura da semana 5

Matthew Stafford teve mais um bom jogo na temporada 2021 (Reprodução/Rams)

A semana 5 da NFL começou com um clássico da feroz NFC West no Thursday Night Football: Los Angeles Rams e Seattle Seahawks fizeram um duelo interessante e recheado de alternativas nesta quinta-feira (07) em Seattle. O time da casa bem que tentou, mas a lesão de Russell Wilson prejudicou demais uma eventual reação na parte final da partida. Os Rams engrenaram no ataque na segunda etapa e conseguiram uma vitória crucial de 26 a 17 no Lumen Field, em Washington.

No fim das contas, o melhor time venceu. Mesmo sem encantar na primeira etapa, o ataque dos Rams foi letal no segundo tempo e logo abriu uma vantagem até confortável contra o rival. Apesar de uma interceptação, Matthew Stafford foi o principal destaque: foram 365 jardas e um touchdown para o camisa 9. A defesa também apareceu quando se precisava e soube explorar os pontos fracos do oponente.

Já do outro lado fica a preocupação: Russell Wilson deixou o campo com um dedo deslocado e não conseguiu retornar para o duelo no momento mais decisivo da partida. Geno Smith entrou em seu lugar e foi de “bestial a besta”em poucos segundos – lançando uma interceptação que praticamente matou o confronto. Já a defesa segue deixando bastante a desejar: pela primeira vez na história da franquia que Seattle cedeu, pelo menos, 450 jardas em quatro jogos consecutivos.

Veja também:

Seahawks largam na frente dos Rams em primeira etapa truncada

Apesar da atmosfera incrível no Lumen Field, o duelo começou bastante truncado em Seattle. A primeira grande campanha da partida veio dos Rams, mas Matthew Stafford colocou tudo a perder com uma interceptação dentro da end zone. Os Seahawks não conseguiram capitalizar o turnover: Russell Wilson devolveu o presente após arriscar um passe longo para Tyler Lockett e ser interceptado. 0 a 0 em Washington.

Os primeiros pontos apareceram apenas na parte final da primeira etapa – e foram dos mandantes: Wilson se redimiu do erro anterior com um touchdown incrível para DK Metcalf. Los Angeles respondeu com um drive incrível de 14 jogadas, mas que resultou apenas em um field goal curto de Matt Gay. Os Seahawks ainda tiveram a chance de ampliar antes do intervalo, mas Jason Myers errou um fácil field goal de 35 jardas. Assim, Seattle foi para os vestiários vencendo por 07 a 03.

Russell Wilson sai lesionado e Geno Smith vai de herói a vilão em segundos

Os ajustes dos Rams no vestiário funcionaram muito bem: o ataque, inoperante até então, começou a achar espaços na defesa dos Seahawks. Apagado até então, Stafford soltou o braço e os Rams logo abriram uma boa vantagem no terceiro período: um touchdown terrestre do RB Henderson e uma conexão fácil do QB de Los Angeles nas mãos de Tyler Higbee no canto direito da end zone. Virada dos Rams: 16 a 7.

A situação de Seattle se agravou ainda mais no início do último período: Russell Wilson levou uma pancada no dedo e precisou ser substituído por Geno Smith. O QB entrou bem e logo diminuiu a vantagem – com um bonito touchdown nas mãos de Metcalf. Para tristeza da torcida no Lumen Field, a reação dos Rams foi imediata: drive sólido finalizado com um touchdown terrestre de Sony Michel. 23 a 14 para os visitantes.

Sem Wilson, cabia a Geno Smith a responsabilidade de fazer mágica e virar a partida no Lumen Field. O quarterback até foi bem no primeiro drive, posicionando seu kicker par um field goal, mas logo mostrou o porquê de nunca ter se firmado como titular na NFL: Geno foi de heroi a vilão em segundos com uma interceptação que praticamente colocou números finais na partida. Os Rams ajoelharam a bola e voltam de Seattle com uma grande vitória na bagagem!

Próximos jogos de Seahawks e Rams

As duas equipes voltam a campo neste domingo (17): os Rams visitam o New York Giants no Metlife Stadium às 14h e os Seahawks encaram o Pittsburgh Steelers no Heinz Field às 21h20 no Sunday Night Football.

    Matheus Filippi

    Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL, Matheus Filippi é fundador e editor-chefe do Última Jarda

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Odds Shark Ad Bottom