Saints batem os Buccaneers no Superdome com pick-six de Brady no fim

saints-buccaneers-semana8
Saints venceu os Buccaneers mais uma vez e ampliou a freguesia (Reprodução/Saints)

Como já era esperado, o clássico entre Tampa Bay Buccaneers e New Orleans Saints deu o que falar na semana 8 da NFL! Quando Jameis Winston saiu de campo lesionado, parecia que os Bucs quebrariam a freguesia de quatro jogos na temporada regular, mas é incrível como os Saints crescem nos jogos contra o rival. New Orleans se superou de todas as maneiras e foi buscar uma vitória épica por 36 a 27 neste domingo (31) no Superdome – com direito a uma pick-six de Tom Brady nos minutos finais.

O plano de jogo do técnico Sean Payton foi perfeito – explorando os erros dos Bucs e capitalizando nos momentos cruciais da partida. Não é todo dia que você vence o atual campeão com o terceiro quarterback em campo. Trevor Siemian entrou no lugar do lesionado Jameis Winston e deu conta do recado: foram 16 de 29 passes, 159 jardas, um touchdown e nenhuma INT. O principal destaque vai para a defesa – que forçou turnovers cruciais para vitória no Superdome. A pick-six de PJ Williams em Tom Brady nos minutos finais certamente ficará guardada nas lembranças dos torcedores.

Do outro lado, os Buccaneers tiveram mais jardas totais (421 a 361), mas nem sempre isso é sinônimo de vitória. Tampa Bay cometeu alguns erros imperdoáveis quando se joga diante de um adversário qualificado e não soube tirar vantagem do enferrujado Trevor Siemian em campo. Apesar da interceptação retornada para touchown no fim, Tom Brady teve mais um ótimo jogo em números: 375 jardas, quatro touchdown e duas INTs. com pouca inspiração do jogo corrido, Chris Goodwin foi o principal destaque com 140 jardas recebidas e um TD.

Veja também:

Mesmo sem Winston, Saints abrem vantagem sobre os Buccaneers

Como esperado, o duelo da NFC South começou quente no Superdome! Tamba Bay logo abriu o placar com um touchdown curto de Tom Brady para Chris Godwin, mas os Saints logo responderam com uma campanha longa – terminada em touchdown de Jameis Winston para Tre’Quan Smith. Tudo igual na Louisiana: 7 a 7 no final do primeiro período.

O panorama dos Saints logo no início do segundo quarto depois que Winston deixou o campo lesionado. A apreensão logo se transformou em alegria, pois Trevor Siemian entrou em seu lugar e deu conta do recado! O QB ex-Broncos e Jets fez um bom trabalho contra a boa defesa dos Bucs e abriu boa vantagem antes do intervalo.

Os Saints converteram um field goal curto e anotaram mais um touchdown: Siemian capitalizou uma interceptação de Brady e colocou mais sete pontos no placar com um passe curto para Alex Armah dentro da end zone. Assim, New Orleans foi para os vestiários vencendo por 16 a 07.

Bucs reagem, mas Saints vencem com pick-six de Brady

New Orleans voltou com o mesmo foco no início segunda etapa e logo ampliou a vantagem no Superdome com um touchdown terrestre de Alvin Kamara. Eis que os Buccaneers entram em campo e mostram que os ajustes dos vestiários deram muito certo. Foram mais dois touchdowns em passes do GOAT: conexão curta com Giovani Bernard e uma bomba para Mike Evans! Mesmo com os dois TDs, New Orleans permaneceu na frente: 23 a 21.

Brady seguiu soltando o braço no último período e chegou a assumir a ponta do placar com um touchdown de 50 jardas para Cyrill Gayson, mas os Saints não permitiram a reação e voltaram a assumir a ponta do placar com dois field goals curtos de Johnson – o último já no two minute warning.

O roteiro do fim do jogo já vimos mil vezes: Brady com a bola a 1:40 do fim e precisando de um field goal para vencer. Já o desfecho foi surpreendente pelo histórico do GOAT: o camisa 12 forçou o passe e lançou a bola nas mãos de PJ Williams – que retornou por 40 jardas até a end zone! Pick-six incrível que garantiu a vitória dos Saints!

Próximos jogos de Buccaneers e Saints

Enquanto os Buccaneers ficam de bye e folgam na semana 9, os Saints voltam a campo no próximo domingo (07), às 15h, contra os Falcons no mesmo Superdome.

    Matheus Filippi

    Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL, Matheus Filippi é fundador e editor-chefe do Última Jarda

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Odds Shark Ad Bottom