Top 4 de equipes que devem voltar aos playoffs da NFL em 2021

Com a temporada 2021 da NFL se aproximando cada vez mais e as equipes já de volta aos seus campos de treinamento, o Endzone Brasil preparou uma lista de quatro candidatos com boa probabilidade de serem novas ‘faces’ nos playoffs da próxima temporada.

Quesitos como desempenho na free agency, seleções no draft, balanceamento do elenco, desfalques, entre outros, foram levados em conta na construção desse top 4. Confira abaixo os “favoritos” a surpreenderem em 2020 e deixarem as campanhas ruins de 2020 para trás!

Veja também:

4º – New England Patriots

belichick-patriots-2021
Ataque renovado dos Patriots promete muito para 2021

Um ano após a saída de Tom Brady, os Patriots figuram muito mais como azarões do que como favoritos a uma vaga nos playoffs. Para esta temporada, a equipe investiu pesado na free agency e preencheu espaços através de um dos melhores drafts de todas as equipes da liga.

O veterano Cam Newton volta com uma nova compreensão do playbook ofensivo, porém terá desde imediato, a competição do rookie Mac Jones, selecionado com a 15ª escolha geral do Draft, pela posição mais importante do esporte.

Principais tight ends livres no início da offseason, ambos Jonnu Smith e Hunter Henry vestirão as cores de New England em 2021, dando uma nova face para o anêmico ataque aéreo da equipe. Além deles, o sólido Kendrick Bourne e o veloz Nelson Agholor chegaram, preenchendo espaços no corpo de wide receivers que contou com a aposentadoria de Julian Edelman após o último ano. Vale lembrar de Jakobi Meyers, principal recebedor do time em 2020, que busca crescer ainda mais sua produção neste ano.

Defensivamente, Bill Belichick buscou preencher os poucos espaços da equipe. A linha defensiva foi fortemente reforçada com nomes como Henry Anderson, Devon Godchaux e o novato Christian Barmore, além de um ‘boost’ no pass rush com a volta de Kyle Van Noy, Dont’a Hightower e a chegada do ‘feroz’ Matthew Judon.

Sob o comando de Belichick, os Patriots nunca passaram dois anos consecutivos fora dos playoffs. O elenco deste ano é muito melhor e balanceado. Fica difícil acreditar que o maior treinador da história ficará mais uma vez de fora da pós-temporada.

Previsão de campanha: 11-6 (2° na AFC East e vaga no Wild Card)

3º – Dallas Cowboys

Dak Prescott em ação pelo Dallas Cowboys
Retorno de Dak Prescott eleva os Cowboys a outro patamar

Sem sombra de dúvidas, a temporada passada foi uma para ‘se esquecer’ para os Cowboys. Neste ano, a equipe busca a redenção e o topo da NFC East com a volta de Dak Prescott e diversas mudanças na defesa, começando pelo novo coordenador defensivo Dan Quinn, o ”engenheiro” da famosa Legion of Boom dos Seahawks.

Inevitavelmente, o retorno de Dak impulsiona o potente ataque de Dallas. O camisa 4 deve fazer bom uso de suas ótimas armas aéreas, que permanecem as mesmas da última temporada. Outro que pode se beneficiar é Ezekiel Elliott, que viveu seu pior ano na NFL em 2020. Sem todo o peso sobre suas costas e atrás da sempre ótima linha ofensiva da equipe, Zeke pode ter uma temporada digna do seu elevado salário.

Zeke Elliott segue sendo o mesmo, polêmico fora de campo porém um dos melhores corredores da NFL em campo. Capaz de executar tudo em excelente nível, segue sendo um dos focos do poderoso ataque da equipe. A linha ofensiva se mantém forte mesmo com a aposentadoria de Travis Frederick por motivos de saúde.

Na defesa, o previamente citado Quinn foi bem recebido pelo grupo e gera altas expectativas no comando da pior defesa da última temporada. Tanto na free agency quanto no draft, Dallas focou em trocar suas peças defensivas. Grande destaque para Micah Parsons, que chega com status de titular absoluto no grupo de linebackers. Outros como Kelvin Joseph e Nahshon Wright podem assumir papéis importantes na fraca secundária. Uma evolução de Trevon Diggs, provável líder do grupo de cornerbacks, é esperada.

Dallas busca consistência em 2020, além de manter suas grandes estrelas longe da lista dos contundidos. No segundo ano de Mike McCarthy como treinador e com intrigantes novas peças no elenco, o time deve brigar pelo topo da conturbada NFC East, apresentando um material humano melhor do que qualquer um de seus rivais.

Previsão de campanha: 12-5 (1° na NFC East)

2º – Arizona Cardinals

Entrando em seu terceiro ano na liga, Kyler Murray busca finalmente sua primeira vaga nos playoffs. Chegou a hora?

Uma das equipes mais interessantes para esta próxima temporada é o Arizona Cardinals. Com um brilhante Kyler Murray no comando do ataque, os Cards buscam finalmente o próximo passo dessa nova era. Alguns acharam que 2020 seria o ano, mas uma lesão de Murray, somada a uma defesa inconsistente, matou as chances de classificação para os playoffs.

Maior fraqueza de Arizona, a defesa foi prontamente reforçada para este ano. A grande chegada é a do veterano J.J. Watt, que ajudará imensamente com seu pass-rush. Além dele, Zaven Collins chegou através do draft e apresenta atributos físicos e técnicos que podem lhe render uma titularidade precoce no grupo de linebackers.

No ataque, Murray terá ainda mais armas, com a chegada do experiente A.J. Green, de Rondale Moore através do draft e de James Conner, que pode acrescentar bastante ao forte jogo terrestre da equipe. A questão fica mesmo quanto a consistência defensiva da equipe do treinador Kliff Kingsbury.

Mas enxergando de forma geral, o grupo parece mais experiente, calejado e segue muito promissor. Levando em conta também a constante queda dos Seahawks nos últimos anos, talvez este possa finalmente ser o ano que a equipe do Arizona brigue pelo topo da NFC West com o San Francisco 49ers, que é outro time que parece destinado a voltar aos playoffs neste ano. A briga será acirradíssima do kickoff até a semana 17 nesta divisão.

Previsão de campanha: 12-5 (2° na NFC West e vaga de Wild Card)

1º – Los Angeles Chargers

Após um ano brilhante de calouro, Justin Herbert liderar os Chargers aos playoffs

Escolha questionada por alguns no ano passado, Justin Herbert calou os críticos e viveu um ano espetacular como QB titular dos Chargers, recebendo as honras de Calouro Ofensivo do Ano em 2020. Com postura e visão de veterano, o camisa 10 vem com tudo para levar o time de Los Angeles aos playoffs neste ano.

A linha ofensiva muito melhor após a chegada de Rashawn Slater no draft e várias outras aquisições. Assim, uma das principais deficiências da equipe parece completamente resolvida. Este fator deve contribuir no jogo terrestre, que será fundamental para equilibrar as coisas e tirar todo o peso das costas de Herbert.

Defensivamente, o treinador Brandon Staley conta com ótimas peças individuais e tem o potencial para solucionar os problemas do grupo. No ano passado, ele coordenou a defesa dos Rams ao menor número de pontos sofridos por jogo. Agora, o especialista em defesa espera elevar o nível do grupo liderado por Joey Bosa e Melvin Ingram. Staley é conhecido por ‘tirar o melhor’ dos seus jogadores e é isso que o torcedor dos Chargers espera.

É quase impossível colocar Los Angeles como favorito ao título de divisão, tendo em vista que a equipe tem o Kansas City Chiefs de Pat Mahomes como principal oponente. Ainda assim, Herbert deve ser capaz de comandar o ótimo elenco dos Chargers a uma vaga no Wild Card.

Previsão de campanha: 13-4 (2° na AFC West)

    Matheus Puk

    Ex-estudante de jornalismo, Matheus escreve sobre suas maiores paixões: os esportes americanos.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Odds Shark Ad Bottom