Em jogo equilibrado, Falcons batem os Giants e seguem vivos na briga por playoffs

A promessa era de um Monday Night Football recheado de pontos, afinal, tratava-se de dois ataques com jogadores talentosos e duas defesas entre as seis piores da NFL cedendo pontos. Para surpresa de todos, o tiroteio no Mercedes-Benz Stadium não aconteceu! Em um duelo bem mais equilibrado do que o esperado, o Atlanta Falcons bateu o New York Giants por 23 a 20 e se mantém bem vivo na briga por playoffs dentro da NFC. A partida fechou a semana 7 da National Football League na noite desta segunda-feira (23) em Atlanta.

O equilíbrio foi latente nos números: praticamente o mesmo número de jardas totais (433 NY e 423 AT), jardas aéreas (372 NY e 356 AT) e jardas terrestres (61 NY e 67 AT). A grande diferença foi que os Falcons tiveram mais capacidade de pontuar quando estiveram mais próximos da end zone e não cometeram erros bizarros nas chamadas das jogadas como o técnico dos Blues – Pat Shurmur. Apesar da falta de touchdowns, Matt Ryan foi o destaque positivo do time de Atlanta com 31 de 39 passes completados, 379 jardas e um TD. Do outro lado, Eli Manning teve números bem similares: 27 de 38 passes completos, 399 jardas e também um touchdown.

A vitória leva os Falcons a 3-4 e mantém a esperança de playoffs viva dentro da NFC South. Do outro lado, os Giants estacionam em 1-6 e já começam a pensar qual quarterback escolher no Draft do ano que vem.

 

Falcons saem na frente

O jogo começou bem truncado no palco do Super Bowl 53 – com as defesas levando a melhor sobre os ataques. Se levar em conta que trata-se de duas das piores defesas da liga, foi um início surpreendente: com punts nas seis primeiras posses de bola. O placar se movimentou apenas no meio do segundo quarto – muito graças ao talento de Matt Ryan. Após um começo devagar, o QB precisou de três passes para lançar o primeiro touchdown da noite – uma conexão maravilhosa de 47 jardas para Marvin Hall. 7 a 0 Falcons!

Praticamente nulo até o momento, o ataque dos Giants deu um sinal de vida quando ficou trás no placar e contruiu uma campanha de 11 jodadas – a melhor de todo o primeiro tempo. Eli até entrou na red zone, mas errou alguns passes e teve que se contentar com um field goal curto de Aldrick Rosas a 54 segundos do fim. Placar final do 1º tempo? Nem pensar. Mesmo com menos de um minuto no relógio, Matt Ryan acertou passes rápidos e conseguiu posicionar seu kicker para um chute de 40 jardas. Estreante da noite, Giorgio Tavecchio colocou a bola no meio do “Y” e os Falcons foram para o intervalo vencendo por 10 a 3.

 

Giants reagem, mas não levam

Os Giants voltaram para o segundo tempo focados em empatar o duelo na Georgia, entretanto, esbarraram em um problemas já crônico da equipe: um aproveitamento baixíssimo dentro das últimas 20 jardas do campo. Eli teve a bola a uma jardinha do paraíso, mas foi para a 4ª descida, sem sucesso, e acabou saindo de campo zerado. Minutos depois, o time teve mais uma boa posição de campo graças a um fumble forçado da defesa, mas adivinhem? Apenas mais um field goal de 36 jardas de Rosas. Nada de touchdowns: 13 a 6 Atlanta no fim do 3º período.

Zerado até então na segunda etapa, o ataque dos Falcons, famoso por ser tão explosivo, voltou a funcionar no momento mais crucial da partida: foram dez pontos cruciais que voltaram a colocar uma distância considerável no marcador. Depois de Tavecchio chutar o segundo field goal da noite, esse de 50 jardas, os Falcons começaram a correr mais com a bola e logo ampliaram a vantagem com um lindo avanço de 30 jardas de Tevin Coleman até a end zone. 20 a 6 para os mandantes no palco do Super Bowl 53.

Com a corda no pescoço, os Giants foram para o tudo ou nada e conseguiram algo inédito até então na noite: um touchdown! Sim, é verdade! Saquon Barkley mergulhou na end zone e colocou os Blues novamente no jogo. Início de uma reação épica? Longe disso: Atlanta gastou três minutos no relógio e voltou a colocar a diferença em duas posses de bola com um field goal dificílimo, de 56 jardas, convertido pelo italiano Tavecchio. Madonna Mia! Já em tom de desespero, Eli Manning até lançou um TD para Odell Beckham Jr, mas faltavam apenas cinco segundos para o final do duelo. Matt Ryan ajoelhou na bola e deu a vitória aos Falcons em Atlanta!

 

Próximos jogos

Enquanto os Falcons estão de bye e folgam na semana 8, os Giants fazem um duelo de divisão contra o Washington Redskins no MetLife Stadium às 14h do próximo domingo (25).

    Matheus Filippi

    Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL, Matheus Filippi é fundador e editor-chefe do Última Jarda

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Odds Shark Ad Bottom