Pouco talento entre os últimos free agents disponíveis no mercado

Com a contratação de DeSean Jackson pelo Washington Redskins na tarde de ontem (02/04), muito pouco talento ainda está disponível entre os jogadores disponíveis no mercado. Listamos alguns nomes, na maioria veteranos, que já mostraram algum valor na NFL e podem render no time certo.– Quarterbacks: Josh Freeman, Matt Flynn, Kevin Kolb e Rex Grossman.
Nenhum deles vai assumir o posto de titular logo de cara, mas é sempre bom ter jogadores experientes na reserva. Todos já tiveram lampejos de talento, nada mais. Freeman foi um desastre em Minnesota, Flynn é o famoso “eterno reserva”, Kolb volta de uma temporada parado e Grossman é indiscutivelmente o pior quarterback da história a chegar em um Super Bowl, em 2006. 

Holmes é boa opção do mercado (NBCSports)

– Wide receivers: Santonio Holmes, Miles Austin, Jason Avant e Davone Bess.
Todos já mostraram talento, mas estão longe da melhor forma da carreira. Holmes é um bom nome, difícil criticá-lo diante da carência de quarterbacks nos Jets ultimamente. Avant também é uma ótima opção pela segurança que dá na posição de slot receiver, principalmente em situações de terceira descida. Austin e Bess podem ser úteis pelo preço certo, ambos soltaram muitos passes fáceis nos últimos anos.

– Running backs: Andre Brown, Willis McGahee, Ronnie Brown e Michael Bush.
Assim como os QBs restantes, esse grupo de running backs compõe o famoso “plano B”. Aqueles jogadores que entram para dar descanso ao titular, recebem algumas bolas e contribuem de certa forma para a evolução do ataque.

-Tight ends: Jermichael Finley, Ed Dickson, Dustin Keller e Owen Daniels.
 Talvez a posição com mais talento disponível. Finley já foi um dos melhores tight ends da liga, mas difícil prever como ele voltará da séria lesão no pescoço que sofreu ano passado. Ainda não liberado pelos médicos, pode ser que nem atue em 2014. Os outros já tiveram seus momentos, podem atuar bem nos esquemas atuais com dois TEs.

– Linha ofensiva: Eric Winston, Ryan Harris, Davin Joseph e Brian Waters.
 Longe do ápice de suas carreiras, os OL ainda no mercado tem a seu favor o fator experiência. Pelo preço certo, podem dar rodagem para linhas ofensivas com jovens valores.

Spencer nos Cowboys (Site oficial/Cowboys)

– Linha defensiva: Pat Sims, Anthony Spencer, Will Smith e  Brett Keisel.
Uma frase famosa no mundo da NFL é: pouco se cria, tudo se copia. Quando algum time tem sucesso realizando algo diferente, na temporada seguinte muitos times fazem igual. Boa notícia para os defensive ends, muitas equipes devem adotar o revezamento de jogadores da posição que deu tão certo no campeão Seattle Seahawks. 

– Linebackers: Pat Angerer, Desmond Bishop, Rob Jackson, O’Brien Schofield e James Harrison.
A lista começa com os MLB justamente por ser a posição mais carente do próximo Draft. Boa notícia para esses veteranos, que ainda podem render em um esquema que os favoreça. Devem ajudar, mas não vão fazer a diferença em seus futuros times.

– Cornerbacks: Asante Samuel, Jabari Greer e Champ Bailey.
 Se essa lista atual de cornerbacks fosse de três ou quatro anos atrás, agitaria o mercado. Hoje não. Veteranos que devem contribuir de alguma maneira, mas não devem começar a temporada como titulares absolutos.

 – Safeties: Steve Gregory, Major Wright, Mike Adams e Danieal Manning.
Posição mais carente atualmente na NFL, eles não devem ficar desempregados por muito tempo. O elo entre os nomes citados é um 2013 fraco comparado a anos anteriores. Talvez voltem a render respirando novos ares.

    Matheus Filippi

    Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL, Matheus Filippi é fundador e editor-chefe do Última Jarda

    Odds Shark Ad Bottom