John Elway e a montagem do elenco dos Broncos

Elway celebra com o troféu Vince
Lombardi (Site dos Broncos)
Time de chegada e sempre figurando nos playoffs, o Denver Broncos amargou um período grande de seca no final dos anos 2000. Entre 2006 e 2010, a franquia do Colorado não fez campanhas ruins – exceto em 2010, mas não conseguiu avançar para a pós-temporada em todos esses anos.
 
Para reverter este quatro, uma mudança foi feito no Mile High para as temporadas seguintes e a mudança parece ter dado certo. Um jantar em dezembro encaminhou tudo e no início de 2011, o dono do Denver Broncos, Pat Bowlen, anunciou a chegada de John Elway para o cargo de vice-presidente de operações dos Broncos.
 
A escolha foi chave, direta no ponto para reascender o time. Um cara que tinha identidade com a franquia, bicampeão do Super Bowl com os Broncos e que estava disposto a ajudar o time a voltar a brilhar.
 
Nas três temporadas a frente dos Broncos, Elway viu seu time colocou o time três vezes nos playoffs, sendo campeão da divisão oeste da conferência americana em três anos e agora pode alcançar a glória também como dirigente.
 
Em 2011, o time teve uma boa escolha no Draft e buscou o LB Von Miller na primeira rodada. Além dele, o OT Orlando Franklin e o TE Julius Thomas também foram selecionados no Draft do mesmo ano. No período de free agency, John Elway foi atrás do CB Tony Carter, peça fundamental da secundária do time nestes três anos a frente dos Broncos. Outra mudança importante foi a chegada de John Fox para o cargo de técnico do time.
 
Depois de começar a temporada regular 2011 com uma vitória e quatro derrotas, o time teve a bye week e a situação virou. Foram sete vitórias em oito jogos, sendo três na prorrogação. Comandados por Tim Tebow, os Broncos venceram a divisão e se classificaram para os playoffs, quando venceram os Steelers no Wild Card Weekend, mas acabou caindo para os Patriots na rodada seguinte.

Aposta ganha com Manning
Passado o primeiro ano de aprendizados, veio o segundo ano e, possivelmente, o ano da escolha mais importante da carreira de Elway como dirigente do time nestes três primeiros anos: Peyton Manning.
 
Manning com Elway em sua apresentação
como jogador do Denver Broncos (USA Today)
Fora dos planos dos Colts, Peyton Manning foi disputado por muitos times, mesmo vindo de uma temporada fora por causa de uma grave lesão na coluna. Os Broncos venceram a concorrência contra Titans, Cardinals, Seahawks, Dolphins e 49ers para ter o quarterback. Um dia depois de assinar com Manning, Tim Tebow foi negociado com os Jets e por lá não conseguiu jogar.
 
Junto com Manning, peças importantes vieram no período de free agency e no Draft, como o S Mike Adams, o LB Danny Trevathan e o S Duke Ihenacho.
 
Com uma campanha de 13-3, sendo onze vitórias consecutivas, Denver chegou na pré-temporada como favorito para o jogo contra o Baltimore Ravens, mas acabou perdendo na prorrogação, no Mile High, terminando a temporada de forma decepcionante.
 
Passada a derrota, o planejamento de recolocar os Broncos com frequência nos playoffs deu certo e Elway parecia estar encaminhando o time melhor ainda para 2013. Entre renovações e contratações, Denver iniciou a temporada com um dos melhores elencos da NFL. A lista de reforços foi grande, mas os destaques foram o WR Wes Welker, o DT Terrance Knighton, o OT Winston Justice, o CB Dominique Rodgers-Cromartie e o LB Shaun Phillips.
 
Com ataque e defesa fortes, o time de Denver garantiu sua vaga com muita antecedência para os playoffs. Quebrando recordes e encantando os fãs da NFL, o ataque dos Broncos foi o destaque do time, sendo o melhor disparado da temporada regular em pontos marcados, jardas e touchdows.
 
Nos playoffs, duas vitórias sobre dois rivais particulares de Manning (Rivers e Brady) para colocar o time no Super Bowl 48, quando todo o trabalho de Elway nos últimos três anos será colocado em teste contra o forte time do Seattle Seahawks.


Belorizontino de nascimento, jornalista por opção
e fã da NFL, Rafael Araújo é o criador do @NFLBrasil.

  

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    2 thoughts on “John Elway e a montagem do elenco dos Broncos

    • 30 janeiro, 2014 em 21:36
      Permalink

      Bela matéria! Só observei que o Broncos não foi eliminado da “pré-temporada” pelos Ravens, mas da pós-temporada. Abraços.

      Resposta
    • 31 janeiro, 2014 em 2:15
      Permalink

      Vale a pena lembrar que naquele ano que foram eliminados pelos Ravens , foi mais culpa do John Fox, que mandou Peyton Manning. si ajoelhar faltando 50 segundos e naquela prorrogação perderam /;

      Resposta

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Odds Shark Ad Bottom