49ers x Panthers – Divisional Weekend 2014

 
Estádio: Bank of America Stadium
Horário: 16h05
Transmissão: ESPN, ESPN+ e Esporte Interativo
Duelo de dois times em ascensão com quarterbacks promissores e duas defesas fortíssimas. Promessa de poucos pontos e muita emoção no jogão do próximo domingo (12). Motivado após a vitória suada contra o Green Bay Packers no Lambeau Field, o San Francisco 49ers quer manter o ótimo retrospecto em playoffs nos últimos anos e chegar pela terceira vez consecutiva na final da conferência nacional. Para isso, terá que passar pelo bom time do Carolina Panthers, que terminou a temporada regular com a segunda melhor campanha da NFC. 
O retrospecto confirma a previsão de pontuações escassas. O jogo entre Niners e Panthers na semana 10 desta temporada teve apenas 19 pontos e um touchdown anotado. As duas equipes combinaram para 401 jardas totais, número mais baixo de qualquer partida realizada em 2013. Nada surpreendente quando se tem duas das três melhores defesas da NFL em campo. O problema para Carolina é que no ataque as coisas não são tão equilibradas assim…
Apesar dos sete jogos de invencibilidade dos Panthers atuando em casa, os Niners são favoritos para vencer a segunda partida da pós-temporada deste ano longe do ensolarado Candlestick Park. San Francisco é um time em plena ascensão, as oito vitórias consecutivas mostram isso. O time vem subindo muito de produção na segunda metade da temporada, muito graças ao bom desempenho do QB Colin Kaepernick. Claro que os retornos do WR Michael Crabtree e do OLB Aldon Smith também contribuíram bastante.
Em contraponto, Carolina já viveu dias melhores. O ataque que não foi espetacular durante o ano (18º em pontos e 24º em jardas) teve uma média de 14 pontos anotados nos dois últimos jogos contra Saints e Falcons. O talentoso Cam Newton não vive um bom momento, errou muitos passes nos quatro últimos jogos do time. Além do  mais, terá vários problemas na sua estreia em playoffs. O veterano Steve Smith, principal WR do time, jogará longe de suas condições físicas ideais. Ele também sofrerá para encontrar TE Greg Olsen, alvo mais acionado por ele na temporada regular, pois San Francisco é o quinto melhor time da liga contra tight ends. Convenhamos que Brandon LaFell e Ted Ginn Jr. não são os wide receivers mais confiáveis do mundo para um jogo de pós-temporada.

Últimos confrontos

A última vez que as duas franquias se cruzaram foi no dia 10 de novembro de 2013, vitória apertada por 10 a 9 do Carolina Panthers em pleno Candlestick Park. A única pontuação de todo o segundo tempo foi um field goal de 53 jardas que deu a vitória ao time visitante. O destaque da partida foi o front seven de Carolina, que anulou completamente Colin Kaepernick e conseguiu 6 sacks nele. Será o primeiro jogo entre Panthers e Niners na pós-temporada.


Chave da vitória para os Panthers

A última vitória de Carolina nos playoffs foi em 2006, imagine como está a pressão sobre os ombros do quarterback Cam Newton. Disparado o nome mais talentoso desse ataque, sua performance será vital para o sucesso de toda a equipe. Ele não foi genial em 2013, mas apareceu na hora da decisão: liderou quatro viradas nos minutos finais e marcou cinco dos seis touchdowns terrestres no segundo tempo. Newton terá que melhorar o número de acerto nos passes e resolver com as pernas em momentos pontuais. Apesar de enfrentar um dos melhores times contra corridas, os RBs DeAngelo Williams, Jonathan Stweart e Mike Tolbert devem se revesar para estabelecer minimamente o jogo terrestre e manter o ataque em campo. Juntos este ano, eles computaram 1,384 jardas em 350 tentativas.
Se às vezes falta talento no ataque, sobra na defesa. Colin Kaepernick terá pela frente o maior desafio no ano, vai enfrentar uma defesa que computou impressionantes 60 sacks na temporada regular. O grupo do coordenador defensivo Sean McDermott é um dos únicos que consegue pressionar muito o QB adversário sem a ajuda dos linebackers. Assim, os rápidos Luke Kuechly e Thomas Davis ficarão mais soltos para impedir qualquer tentativa de avanço de Kaepernick. Como esse grupo é o segundo melhor da NFL contra corridas, não espere uma participação ativa do RB Frank Gore no plano de jogo dos Niners.
Chave para a vitória dos Niners
Kaepernick vem sendo diferencial do time em jogos de playoffs: o QB correu 362 jardas em quatro aparições na pós-temporada, uma média impressionante de mais de 11 jardas por carregada. Eis o principal problema do técnico Jim Harbaugh, pois vai ser quase impossível Kaep ter números semelhantes contra o forte front seven dos Panthers. A chave da vitória passa por explorar os bons machups de seus recebedores contra a secundária mediana de Carolina, o difícil é ter tempo para encontrar seus alvos. A melhor opção de passe será quando Crabtree alinhar com o limitado calouro Melvin White, a linha ofensiva terá que fazer um trabalho brilhante para Kaepernick conseguir fazer a conexão.
Cam Netwon foi dominado no confronto de novembro: correu em oito oportunidades para míseras 15 jardas. Harbaugh espera manter o mesmo esquema para neutralizar os avanços terrestres do quarterback, colocando muita pressão com os defensive ends e forçando Newton para fora do pocket. Mesmo com problema no joelho, o veterano Steve Smith será uma ameaça, Tremaine Brock e Tarell Brown não podem em nenhum momento subestimá-lo. 

Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL,  
Matheus Filippi é editor do @NFLBrasil.
    

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Odds Shark Ad Bottom