49ers @ Packers – Wild Card Weekend 2014

Estádio: Lambeau Field
Horário: 19h40
Transmissão: ESPN, ESPN+ e Esporte Interativo
Pela terceira vez em menos de um ano, essas duas potências da NFC ficam frente a frente em mais um duelo de tirar o fôlego. Ao contrário dos últimos dois confrontos, este será realizado no gelado Lambeau Field, casa dos Packers. Jogando em casa, o San Francisco 49ers venceu os dois últimos encontros com certa facilidade, caberá a Aaron Rodgers e companhia a difícil tarefa de reverter esse retrospecto e manter Green Bay vivo na briga pela vaga tão sonhada no Super Bowl XLVIII.


Apesar do jogo ser em Green Bay, fica complicado não dar um leve favoritismo ao San Francisco 49ers pelo retrospecto atual. Os Niners dominaram tanto no Divisional Round dos playoffs do ano passado como na primeira semana da temporada atual. O QB Colin Kaepernick foi o destaque em ambos os confrontos, ele castigou tanto pelo ar como pelo chão, utilizando com sucesso as jogadas de “read option”. Somando as duas últimas partidas entre as equipes, Kaep computou 675 jardas, cinco TDs e uma interceptação passando a bola, mais 203 jardas e dois touchdowns correndo com ela. O QB dos Niners começou o ano de forma bastante irregular, mas aos poucos foi encontrando as boas atuações da temporada passada. São 10 TDs e uma interceptação na sequencia atual de seis vitórias seguidas de San Francisco.
Parar Kaepernick e companhia será um desafio e tanto para o coordenador defensivo dos Packers, Don Capers. Mais uma vez ele terá pela frente o ataque dos Niners, outra eliminação pode custar o seu cargo. Esse grupo defensivo teve autos e baixos durante a temporada, mas vem decepcionando nas últimas semanas. Nas últimas três partidas, os Packers cederam uma média de 30 pontos, 404,2 jardas totais e 157,6 jardas terrestres por partida. Vale lembrar que Green Bay é disparado o time que mais sofreu com contusões, são 16 atletas somente na injury reserve. Pelo tanto de desfalques, chegar na pós-temporada já foi um feito e tanto.
Muito por conta do time ter tranquilamente um dos quatro melhores quarterbacks da atualidade. Mesmo desfalcando o time por sete partidas com uma fratura na clavícula, Aaron Rodgers voltou a tempo de ser decisivo no embate que valia a vaga para os playoffs. Apesar das derrotas recentes para San Francisco, time de A-Rod na juventude, ele nunca decepcionou: totalizou 893 jardas, sete TDs e apenas uma interceptação nos últimos três encontros, uma média de 27 pontos por jogo. Pode colocar a culpa das derrotas na conta da defesa, pois Rodgers fez a parte dele.
Mais um duelo entre Packers e 49ers (Packers.com)

Últimos confrontos

49ers e Packers se encontraram nos playoffs do ano passado. San Francisco na ocasião passou o trator no Candlestick Park, venceu com autoridade por 45 a 31, com impressionantes 323 jardas terrestres. Por ironia, os dois times voltaram a duelar logo na primeira semana da temporada atual. Mesmo estádio, mesmo resultado. Os Niners ganharam por 34 a 28, dessa vez com o ataque aéreo em destaque, o WR Anquan Boldin terminou o jogo com nada menos que 208 jardas.
Chave para a vitória dos Packers
Ter A-Rod de volta já aumenta drasticamente as chances de vitória, mas como já vimos anteriormente, ele sozinho não é suficiente. A sofrível linha ofensiva de Green Bay terá que se superar contra um dos melhores times pressionando o QB adversário, o TE Andrew Quarless deve passar a maioria dos snaps ajudando na proteção. Se Rodgers tiver um pouco de tempo, ele fará a diferença, principalmente com a volta de Randall Cobb ao time. O wide receiver será o melhor matchup para A-Rod lançar pois ficará na posição de slot, baterá de frente com o baleado CB Carlos Rodgers, que briga com uma lesão na coxa. O jogo corrido também é opção, o calouro Eddie Lacy já mostrou que tem potencial para ser um dos melhores RBs da liga. Enfrentar a quarta melhor defesa contra corridas em um jogo de playoffs certamente será o maior desafio de sua carreira.
Defensivamente a coisa muda de figura. De todos os times que foram aos playoffs, Green Bay foi o que mais cedeu pontos. O time pressiona muito pouco o quarterback adversário desde a saída  do LB Clay Matthews por contusão, consequentemente, a secundária que não é das melhores sofre com o inimigo tendo tempo para lançar. Parar o jogo corrido dos Niners será outro fator determinante, o RB Frank Gore computou 275 jardas e três touchdowns nos últimos três encontros entre as equipes. 
Chave da vitória para os Niners
Apesar da falta de opções para lançamento na temporada regular, Colin Kaepernick se virou bem com o que tinha, foi o único da história a lançar 20 passes para touchdown para apenas três wide receivers, isso porque Michael Crabtree que recentemente voltou ao time tem apenas um. Saudável, Crabtree é o alvo favorito de Kaepernick, ele deve levar vantagem no duelo contra o CB Sam Shields. Outra ótima opção é o TE Vernon Davis, que cresce muito de rendimento nos playoffs. Com Matthews machucado, ele poderá ser utilizado como alvo com mais frequência. Isso sem contar o poderoso ataque terrestre, que além de Gore conta com os RBs Kendall Hunter e LaMichael James.
Defensivamente, as coisas ficarão bem mais fáceis na medida em que Aaron Rodgers estiver pressionado. O ideal seria tirar o QB da zona de conforto somente com os homens de linha defensiva, elenco San Francisco possui para isso. Assim, os linebackers ficam soltos para cobrir os passes, principalmente quando Cobb e Jordy Nelson sobrarem na posição de slot receiver. Se o time manter o bom trabalho contra o jogo corrido e conseguir anular Eddie Lacy, já é meio caminho andado para a vitória.

Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL,  
Matheus Filippi é editor do @NFLBrasil.
    

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    5 thoughts on “49ers @ Packers – Wild Card Weekend 2014

    • 5 janeiro, 2014 em 14:37
      Permalink

      Esse ano vamos fazer com os 49ers o que eles fizeram conosco o ano passado!
      Go Packs Go!
      Frozen Tundra!

      Resposta
    • 5 janeiro, 2014 em 18:49
      Permalink

      O maior desafio de Green Bay Bay (e que baita desafio) será parar o jogo corrido dos 49ers. Rumores que haverá sempre um jogador na função de Spy em cima de Colin podem ser uma boa notícia para o time de Winsconsin. Se mantiverem o QB adversário no Pocket, acredito que a chance de vitória aumentará muito. “Por que?”, você me pergunta. Simplesmente porque acredito que o QB de San Francisco não conseguirá estabelecer o jogo aéreo no frio (e que baita frio) do Lambeau Field. Dizem que Colin tem mãos pequenas, o que dificulta ainda mais seu trabalho na Frozen Tundra. Parando o jogo corrido do QB adversário, Green Bay precisa conseguir também minimizar o trabalho dos RBs do adversário. Neutralizando a corrida de Colin e defendendo bem as corridas do RBs são as chaves da vitória para os Packers. O ataque, na minha opinião, está garantido. Ao contrário do adversário, Rodgers está acostumado o jogar no frio, e, ao contrário do ano passado, ainda contará com um jogo corrido. Se estiver se perguntando, sim, eu torço para os Packers. Rumo ao SB, Go Pack Go!

      Resposta
    • 5 janeiro, 2014 em 19:14
      Permalink

      podem falar a vontade, os packers sao fregueses e vao perder mais uma… go go 49ers…

      Resposta

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Odds Shark Ad Bottom