Boletim dos lesionados na semana 15: contusões dos times que brigam por playoffs

Com apenas duas rodadas para o final da temporada regular, 15 times ainda brigam por oito vagas nos playoffs. Em uma liga que a cada semana mostra ser cada vez mais equilibrada, qualquer lesão já interfere no sonho de ir à pós-temporada. Portanto, o foco dos dois últimos boletins será voltado as contusões de times que estão na briga por playoffs.

Das equipes ainda na disputa, a que sofreu mais com contusões na última semana foi o Cincinnati Bengals, foram três na derrota para o Pittsburgh Steelers no último Sunday Night Football. Além de perder o punter Kevin Huber por toda temporada, o linebacker James Harrison e o tight end Jermaine Gresham deixaram o gramado machucados. Huber quebrou a mandíbula após um tackle brutal sofrido em um retorno de punt e não joga esse ano. Harrison deixou o campo diagnosticado com uma concussão, portando deve desfalcar o time por no máximo uma partida. Já a gravidade da lesão no quadril de Gresham ainda não foi informada, ele pode ficar de fora das duas partidas decisivas.

Tackle sofrido pelo punter  Kevin Hubes (SB Nation)

Ainda na AFC, o New England Patriots também sofreu uma baixa na última semana que deve desfalcar o time pelo menos na próxima partida contra o Baltimore Ravens. Menos mal que o time já está praticamente na pós-temporada. O left tackle Nate Solder sofreu uma concussão na derrota para o Miami Dolphins no último domingo (15). Desfalque gigante por se tratar do jogador que protege o ponto cego de Tom Brady, certamente ele estará recuperado para um possível jogo de playoffs daqui três semanas.

Passando para a NFC, quatro das nove equipes que brigam pelas cinco vagas restantes tiveram jogadores lesionados. A que mais sofreu foi o Philadelphia Eagles, com três jogadores da secundária machucados na derrota surpreendente para o Minnesota Vikings: Brandon Boykin, Colt Anderson e Curt Coleman. Se a defesa contra o passe de Philly já é a terceira pior cedendo jardas com os três a disposição, imagine sem eles. O diferencial desse grupo é forçar turnovers, foram 26 este ano, nesse quesito Boykin fará muita falta se não jogar. O líder em interceptações do time, com quatro no total, sofreu uma concussão no último domingo, pode ser que não tenha condição de jogo no Sunday Night Football. Atualmente reservas, Coleman (coxa) e Anderson (joelho) não devem atuar pelo menos na partida decisiva contra o Chicago Bears.

Praticamente nos playoffs, o San Francisco 49ers pode ter o desfalque de Michael Crabtree, o jogador está com suspeita de fratura na mão esquerda, sofrida no último quarto da vitória contra o Tampa Bay Bucanners. Ainda não foi confirmada a suspeita, portanto, não se pode fazer qualquer previsão. 

Da mesma divisão e com chances remotas de Wild Card, o Arizona Cardinals levou um baita susto com uma possível concussão de Larry Fitzgerald. Felizmente, o wide receiver passou no teste de diagnóstico. Fechando os times com chance de pós-temporada, o Green Bay Packers perdeu o DT Johnny Jolly, que vinha fazendo um ótimo trabalho nas últimas semanas. Com uma contusão no ombro, ele é dúvida para o duelo decisivo diante do Pittsburgh Steelers.

Dos times já classificados, o Indianapolis Colts e Denver Broncos tiveram jogadores contundidos, mas que devem estar aptos para os playoffs. Indianapolis perdeu o RB Donald Brown (pescoço) e o guard Joe Reitz (concussão), já Denver não conta com o CB Kayvon Webster, que machucou o dedão da mão esquerda.

Segue as demais lesões dos times já eliminados: Victor Cruz dos Giants (concussão), Charles Woodson dos Raiders (quadril), Russel Allen dos Jaguars (concussão), Joe Haden dos Bowns (quadril) e Darrel Young dos Redskins (coxa).

Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL,  
Matheus Filippi é editor do @NFLBrasil.
    

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Odds Shark Ad Bottom