Bucs derrotam os Dolphins e vencem primeira no ano

WR Tiquan Underwood ao receber passe de Glennon (Site oficial/Bucs)

Não foi nem de longe um duelo digno de Monday Night Football: nível técnico ruim, chamadas confusas dos técnicos e muitas faltas lamentáveis dos dois times. Mesmo sem ser brilhante, o Tampa Bay Buccaneers venceu o Miami Dolphins por 22 a19 no Raymond James Stadium e conseguiu a primeira vitória da temporada na noite desta segunda-feira (11).

O time da casa começou muito bem no ataque, estabelecendo o jogo corrido com o running back Mike James. O calouro correu 41 jardas em seis tentativas no primeiro drive da partida, posicionando Tampa Bay a uma jarda da endzone adversária. Em uma chamada criativa, o QB Mike Glennon acertou um passe para o left tackle Donald Penn, anotando o primeiro touchdown da noite. Apesar dos sete pontos, os Bucs perderam James contundido, ele quebrou o tornozelo e não joga mais em 2013.

Mesmo com os RBs reservas carregando o piano no backfield, Tampa Bay continuava o bom trabalho correndo com a bola, a linha ofensiva dominava o front seven de Miami. Os Dolphins pouco produziam ofensivamente, com um jogo terrestre digno de pena e uma sintonia ruim do QB Ryan Tannehill com seus recebedores. O domínio dos Bucs resultou em mais oito pontos para o time da casa: dois field goals convertidos pelo kicker Rian Lindell e um safety, o OLB Lavonte David aplicou um sack no running back Daniel Thomas dentro da própria endzone.

Se o jogo terrestre não conseguia produzir uma jardinha sequer, coube a Tannehill a responsabilidade de conduzir sozinho o ataque de Miami. Ele foi para o passe em oito das nove jogadas da última campanha do primeiro tempo, avançou 90 jardas e lançou um touchdown de seis jardas para o calouro Rishard Matthews antes do intervalo. 15 a 07 para os Buccaneers no final da primeira etapa.

O time visitante voltou melhor na segunda metade da partida, pontuando após ótimas posições de campo. Primeiro aproveitou o retorno de 34 jardas de Marcus Thigpen e anotou um field goal relativamente fácil, depois tirou vantagem de um punt bizarro de Michael Koenen e marcou o segundo touchdown da noite, mais uma vez na conexão Tannehill – Matthews.

Leonard comandando o drive da vitória (Site oficial/Bucs)

 Pela primeira vez na frente do placar, Miami teve a grande chance de anotar mais um touchdown e dar um grande passo para a vitória: o safety Jimmy Wilson interceptou Mike Glennon e quase retornou o turnover para TD, deixando os Dolphins a apenas sete jardas da endzone. Apesar da proximidade, três jogadas bizarras na redzone resultaram em mais um field goal convertido pelo kicker Caleb Sturgis.

Precisando de um touchdown para vencer, os Bucs entraram no último quarto utilizando a única coisa que funcionava até então, o jogo terrestre. Com boas corridas dos RBs reservas Brian Leonard e Bobby Rainey, Tampa Bay avançou 63 jardas pelo chão e entrou na endzone em uma corrida de uma jarda de Rainey, virando a partida no Raymond James Stadium.

Um show de horrores nos minutos finais da partida, nenhum dos ataques conseguia passar da metade do campo. Com menos de dois minutos para o final do jogo, Tannehill lançou uma interceptação em uma quarta descida para 28 jardas, Darrelle Revis agarrou o quase “hail Mary” e sacramentou a primeira vitória dos Buccaneers no ano.

Mesmo com o triunfo, Tampa Bay segue com a pior campanha da NFL ao lado do Jacksonville Jaguars, já os Dolphins estacionam com 4-5 e seguem na terceira colocação da AFC Leste. As duas equipes jogam em casa no próximo domingo (17): Miami encara o San Diego Chargers e os Buccaneers recebem os Falcons, duelo dos dois piores times da NFC Sul.

Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL,  
Matheus Filippi é editor do @NFLBrasil.
    

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Odds Shark Ad Bottom