Boletim dos lesionados na semana 11: Broncos sofrem com contusões

Apesar da ótima vitória do Denver Broncos contra o até então invicto Kansas City Chiefs no último domingo (17), o time perdeu três importantes jogadores machucados, logo uma semana antes do importante duelo contra o New England Patriots. O safety Rahim Moore é o único já descartado do duelo em Foxboro, ele até correu o risco de ter a perna amputada! 

Moore deixou o campo no último Sunday Night Football com uma lesão na perna, mas nada de muito grave até então. Algumas horas depois, ele foi diagnosticado com algo chamado Síndrome Compartimental: ocorre quando a pressão dentro dos músculos aumenta, diminuindo o fluxo sanguíneo no local e impedindo a oxigenação dos nervos. O safety foi submetido a uma cirurgia de emergência, procedimento que provavelmente salvou a perna dele. Moore já foi colocado na injury reserve e está fora da temporada.


Outros dois importantes alvos de Peyton Manning também não terminaram a partida, Wes Welker e Julius Thomas seguem como dúvida para encarar os Patriots no próximo domingo (24). Thomas sofreu uma torção no joelho, já Welker teve uma concussão. Uma pena se o wide receiver não puder estar em campo, o retorno dele ao Gillette Stadium como adversário é um ingrediente a mais nesse grande duelo.


Para variar, mais alguns atletas foram para o chuveiro mais cedo com concussões na semana 11: o WR dos Seahawks Jermaine Kearse e o TE dos Redskins Jordan Reed. Como o protocolo da NFL manda, o retorno de jogadores com essa lesão na cabeça somente é autorizado após a liberação de um médico especializado da liga.


Mais um jogador muito importante deixou o Lincoln Financial Field machucado no último domingo, a torcida do Philadelphia Eagles ficou extremamente preocupada ao ver LeSean McCoy, melhor RB da liga até então, ir para os vestiários com a mão na coxa. Para alívio geral em Philly, ele voltou na segunda etapa e até marcou mais um touchdown na vitória por 24 a 16, triunfo que garantiu a liderança da NFC Leste.

Assustadora lesão de Jabari Greer (FoxSports)

O líder da NFC Norte também teve problemas na última rodada, além de levar a virada do Pittsburgh Steelers, o Detroit Lions perdeu o RB Joique Bell. Ele que já vinha brigando com uma tendinite no tornozelo nas últimas semanas, levou uma pancada no local no último domingo e agravou a lesão. Deve ficar algum tempo afastado.

Apesar da emocionante vitória, Pittsburgh também teve uma baixa, o WR Emmanuel Sanders. Apesar do susto, os exames de imagem não apontaram nada de mais grave. Exatamente e mesma situação de Keenan Allen, wide receiver do San Diego Chargers: ele saiu de campo com problemas no joelho, mas também não deve ficar de fora da semana 12.

Rival de divisão dos Chargers, os Chiefs perderam mais do que a invencibilidade no duelo contra os Broncos. Eric Fisher, primeira escolha geral do último draft, sentiu dores no ombro e não retornou a partida, aparentemente não foi nada grave. Seu companheiro de time, o DE Mike DeVito, também deixou o Sports Authority Field machucado. Com dores no joelho, ele também é dúvida para o próximo compromisso do time contra os Dolphins em casa.

Além de Fisher, outro jogador importante de linha ofensiva se lesionou na semana 11. O guard do San Francisco 49ers, Mike Iupati, teve um entorse no ligamento medial colateral do joelho esquerdo na derrota do time fora de casa para o New Orleans Saints. Iupati deve ficar pelo menos um mês afastado dos gramados. 


Apesar do triunfo diante dos Niners, os Saints tiveram uma baixa significativa no Superdome. Em um lance assustador, o cornerback Jabari Greer rompeu o ligamento cruzado anterior ao defender um passe de Colin Kaepernick. Plasticamente foi a lesão mais grave da rodada, definitivamente Greer não joga mais nesta temporada

Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL,  
Matheus Filippi é editor do @NFLBrasil.
    

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    Odds Shark Ad Bottom