Bears vencem os Packers no duelo dos quarterbacks reservas

DE Shea McClellin aplicando o sack em Rodgers (Site oficial/Packers)
Que noite trágica para o torcedor do Green Bay Packers: além de ter visto cair um tabu de seis anos sem perder para o rival Chicago Bears em seus domínios,  o quarterback Aaron Rodgers, principal jogador do time, deixou o gramado contundido logo na primeira campanha. Melhor para os Bears, que venceram Monday Night Football desta segunda-feira (04)  por 27 a 20 e embolaram mais ainda a briga pelo título da equilibrada NFC Norte.
A partida mal começou e o torcedor presente no Lambeau Field já teve uma péssima notícia: o QB Aaron Rodgers sofreu uma pancada no ombro ao levar um sack do DE Shea McClellin logo na primeira campanha do time. Os Packers abriram o placar com um field goal de 30 jardas, mas perderam seu quarterback titular pelo resto da noite. A-Rod foi para os vestiários para realizar exames de imagem, poucos minutos depois foi confirmado que ele estava fora da partida. Apesar da gravidade da lesão não ter sido divulgada até o fechamento desta notícia, especula-se que Rodgers tenha quebrado a clavícula esquerda, contusão que pode colocar um fim a temporada dele.
O veterano Seneca Wallace entrou no lugar de A-Rod, o único quarterback saudável em todo o elenco de Green Bay. O fato curioso era que Chicago também estava sem Jay Cutler, que se recupera de uma lesão na coxa. O jogo de rivalidade mais antiga da NFL em pleno Monday Night teve uma batalha de quarterbacks veteranos que nunca mostraram algo de muito produtvo na liga até então.
Mesmo não sendo o QB mais talentoso do mundo, Josh McCown fazia um bom trabalho, pelo menos ele se preparou a semana toda para o confronto. Ele lançou um touchdown na primeira aparição no ataque, com um passe de 23 jardas para o ótimo Brandon Marshall.
Totalmente sem ritmo de jogo, não demorou para Wallace cometer o primeiro erro na noite, ele foi interceptado pelo DE Julius Peppers logo no segundo passe tentado. Chicago não conseguiu converter o turnover em pontos, muito pelo contrário. Além de não pontuar, o time teve o punt bloqueado, colocando Green Bay em uma ótima posição de campo.  O RB James Starks em uma corrida de 32 jardas, primeira jogada da campanha, entrou na endzone e colocou os Packers mais uma vez na frente do marcador.

Vantagem que não durou muito, pois os Bears controlaram as ações no segundo período. A linha ofensiva, tão criticada nos últimos anos, fazia um bom trabalho na proteção, dando tempo para McCown achar seus bons alvos. Bem melhor na partida, Chicago anotou mais dez pontos antes do intervalo: um TD terrestre do ótimo Matt Forte e um field goal automático para Robbie Gould segundos antes do final da primeira etapa.

Eddie Lacy correu 150 jardas na partida (Site oficial/Packers)
Devido as circunstâncias, Green Bay voltou correndo muito mais com a bola no começo do segundo tempo, simplesmente inacreditável ver o ataque dos Packers com mais jogadas terrestres do que aéreas! Pelo menos a equipe contava com um jogador promissor na posição de running back. Muito bem na partida, o calouro Eddie Lacy precisou de duas corridas para avançar 57 jardas e marcar o touchdown que empatou o jogo no Lambeau Field. 

Surpreendendo a todos, o técnico Mike McCarthy ousou e chamou um onside kick, a jogada foi muito bem executada e a bola voltou para os Packers! Green Bay chegou bem próximo de anotar mais um TD, mas uma sequência de passes incompletos de Wallace obrigou os donos da casa a ficarem apenas com os três pontos de um field goal de 23 jardas.
Se Seneca Wallace não estava em uma noite feliz, o mesmo não se podia dizer de Josh McCown. O jogador escolhido na terceira rodada do  draft de 2002 estava preciso nos lançamentos. Ele lançou mais um touchdown no final do terceiro período, a conexão de seis jardas para Alshon Jeffery colocou Chicago mais uma vez em vantagem.

Os Bears controlaram o relógio no último período, ficaram com a bola no ataque em 11 dos 15 minutos finais e não deram chance a qualquer reação dos Packers. Com ótimas corridas de Matt Forte, Chicago administrou a posse de bola e converteu um field goal no último minuto, pontuação que sacramentou a vitória do time visitante.

O triunfo dos Bears embola totalmente a briga pelo título da NFC Norte, Chicago, Green Bay e Detroit estão empatados na liderança da divisão com cinco vitórias e três derrotas. Os times voltam a campo no próximo domingo (10): os Packers recebem o Philadelphia Eagles e os Bears fazem um jogo eletrizante com o Detroit Lions em Chicago. 


Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL,  
Matheus Filippi é editor do @NFLBrasil.
    

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    One thought on “Bears vencem os Packers no duelo dos quarterbacks reservas

    • 6 novembro, 2013 em 20:43
      Permalink

      O A-Rod vacilou no sack que ele levou. Ele pegou e correu, poderia ter ido pro slide, já tinha alcançado o 1st down. Mas resolveu ir pro enfrentamento.
      Eu acho legal QBs que vão pro enfrentamento, mas poxa…agora pode acabar fechando a temporada dos Packers fora dos playoffs.

      Tomara que o jogador se recupere bem e que o time não se perca sem ele. Torço pelos Packers!

      Abraços.

      Resposta

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Odds Shark Ad Bottom