Prévia da temporada 2013: Atlanta Falcons

Estádio: Georgia Dome

Dono: Arthur Blank

Títulos de Super Bowl: Nenhum, mas chegou na final em 1998

Posição em 2012: (13 – 3) Primeiro colocado na NFC Sul. Foi aos playoffs como campeão de divisão e perdeu para o San Francisco 49ers no final da conferência

Técnico: Mike Smith

A estrela: Matt Ryan

Quem pode surpreender: Steven Jackson

Draft 2013:
Desmond Trufant – CB
Robert Alford – CB
Malliciah Goodman – DE

Levine Toiolo – TE
Stansly Maponga – DE
Kemal Ihsmael – DB
Zeke Motta – SS
Sean Renfree – QB

Plantel do Atlanta Falcons
Quarterbacks
  •  4 Dominique Davis
  •  2 Matt Ryan
Running backs
  • 34 Bradie Ewing FB
  • 39 Steven Jackson
  • 32 Jacquizz Rodgers
  • 35 Antone Smith
  • 44 Jason Snelling
  • 30 Josh Vaughan
Wide receivers
  • 15 Kevin Cone
  • 19 Drew Davis
  • 83 Harry Douglas
  • 11 Julio Jones
  • 84 Roddy White
Tight ends
  • 86 Chase Coffman
  • 88 Tony Gonzalez
  • 80 Levine Toilolo
Offensive linemen
  • 72 Sam Baker T
  • 63 Justin Blalock G
  • 69 Harland Gunn G
  • 61 Joe Hawley C
  • 76 Lamar Holmes T
  • 74 Terren Jones T
  • 66 Peter Konz C
  • 75 Garrett Reynolds G
  • 73 Ryan Schraeder T
Defensive linemen
  • 95 Jonathan Babineaux DT
  • 71 Kroy Biermann DE
  • 93 Malliciah Goodman DE
  • 94 Peria Jerry DT
  • 99 Stansly Maponga DE
  • 96 Jonathan Massaquoi DE
  • 98 Cliff Matthews DE
  • 91 Corey Peters DT
  • 92 Travian Robertson DT
  • 50 Osi Umenyiora DE/OLB
Linebackers
  • 59 Joplo Bartu OLB
  • 52 Akeem Dent MLB
  • 54 Stephen Nicholas OLB
  • 56 Sean Weatherspoon OLB
  • 49 Paul Worrilow OLB
Defensive backs
  • 23 Robert Alford CB
  • 28 Thomas DeCoud FS
  • 24 Dominique Franks CB
  • 36 Kemal Ishmael FS
  • 27 Robert McClain CB
  • 25 William Moore SS
  • 41 Zeke Motta SS
  • 22 Asante Samuel CB
  • 29 Shann Schillinger SS
  • 21 Desmond Trufant CB
Special teams
  •  5 Matt Bosher P
  •  3 Matt Bryant K
  • 47 Josh Harris LS

2013 será um ano de afirmação para o Atlanta Falcons. Apesar de não ter chego ao tão sonhado Super Bowl ano passado, o time conseguiu algo que buscava há algum tempo: uma vitória nos playoffs. Claro que pelo que a equipe apresentou nos últimos anos ainda é muito pouco, de 2008 para cá os Falcons computaram 56 vitórias e 24 derrotas na temporada regular, mas venceram apenas um dos cinco confrontos de pós-temporada nas quatro participações. Mesmo com esse retrospecto ruim na hora da decisão, o triunfo sobre o Seattle Seahawks no divisional de 2012 tirou um peso gigantesco das costas do técnico Mike Smith e do QB Matt Ryan.

A fama de “amarelão” já é passado, agora a torcida espera vôos mais altos dos Falcões nesta temporada.  Ryan terá papel fundamental nessa jornada, o quarterback tem tudo para fazer de 2013 o melhor ano de sua carreira: assinou uma extensão de contrato de mais cinco anos e 103 milhões de dólares, terá pelo segundo ano seguido o mesmo coordenador ofensivo, Dirk Koetter, além dos mesmos excelentes alvos do ano passado e a promessa de mais dinamismo na posição de running back.

Se na prática o jogo corrido funcionar, esse ataque tem tudo para ser o mais produtivo da NFL. O veterano Steven Jackson chega do St. Louis Rams com a missão de substituir Michael Turner, que estava claramente em declínio. Apesar de ser apenas um ano mais novo que Turner, Jackson parece ter mais gasolina no tanque, conseguiu passar das mil jardas ano passado, mesmo com uma linha ofensiva toda desfalcada. Outro diferencial do recém-chegado é a habilidade de receber passes: tem uma média de 45 recepções por temporada, enquanto que o anterior tem apenas 70 passes recebidos em toda carreira.
Jackson será uma ótima opção para Matt Ryan nos passes curtos, deixando esse ataque aéreo ainda mais perigoso. Nenhum outro QB da liga terá alvos tão bons e consistentes como ele: os excelentes WRs Roddy White e Julio Jones nas pontas, além de Tony Gonzalez, melhor TE da história da liga, pelo meio e em jogadas próximas da endzone. Aos 37 anos, o futuro membro do Hall da Fama chega a sua última temporada determinado a vencer um Super Bowl antes de se aposentar.

O único ponto fraco é a linha ofensiva, que não está do mesmo nível do resto do ataque.  Principalmente na posição de right tackle, que terá o inexperiente Lamar Holmes no lugar do dispensado Tyson Clabo. Fontes do time dizem que o rapaz é talentoso, o problema é que nunca começou uma partida como titular.  Outra mudança significativa na posição de center, Peter Konz assumirá o posto do aposentado Todd Mcclure. Pelo menos o lado esquerdo continuará a ser muito bem protegido por Justin Blalock e Sam Baker.

Se esse ataque promete grandes feitos, o mesmo não se pode dizer da defesa, pelo menos em curto prazo. Apesar da franquia ter mantido o coordenador Mike Nolan, dispensou alguns veteranos que eram líderes nesse grupo e não fez grandes esforços para melhorar o que deu errado ano passado.
A principal falha foi a falta de pressão no quarterback adversário, o time computou apenas 29 sacks na temporada regular. Problema que deve se agravar em 2013 após Atlanta mandar embora o DE John Abraham, que mesmo aos 34 anos foi de longe o melhor no quesito com 10 sacks. O também veterano Osi Umenyiora, ex-Giants, chegou para o seu lugar, mas aos 32 anos está longe de ser o jogador explosivo de alguns anos atrás. Kroy Biermann será o outro DE, com Jonathan Babineaux e Corey Peters no meio, todos juntos somam apenas 7,5 sacks. Babineaux é de longe o melhor deles, 3,5 sacks é um bom número para um defensive tackle.

A falta de um pass-rush eficiente certamente vai sobrecarregar a secundária, que passa por um processo de reformulação com as saídas dos CBs veteranos Brent Grimes e Dunta Robinson. Para o lugar deles, os Falcons usaram as duas primeiras escolhas do último draft nos cornerbacks Desmond Trufant e Robert Alford, Trufant deve ser o titular ao lado experiente Assante Samuel. William Moore e Thomas DeCould fazem uma boa dupla de safeties, o que preocupa é a saúde de Moore: o jogador perdeu 22 partidas dos primeiros quatro anos de carreira por conta de contusões.

Prévia NFL Brasil: Apesar da perspectiva da defesa não ser tão animadora, impossível não colocar o Atlanta Falcons como um dos favoritos a vencer a NFC pelo ataque explosivo que possui. Sim, o time levará alguns pontos, mas a tendência é que Matt Ryan e companhia compensem. Desde que a NFC Sul foi formada em 2002, nunca um time conseguiu vencê-la dois anos seguidos, os Falcons tem uma boa chance de conseguir o feito em 2013. A briga pelo título da divisão com o New Orleans Saints será boa, mas coloco Atlanta um pouco a frente pelos problemas defensivos do rival.     
Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL,  
Matheus Filippi é editor do @NFLBrasil.
    

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    One thought on “Prévia da temporada 2013: Atlanta Falcons

    • 3 setembro, 2013 em 1:15
      Permalink

      Este ano ninguém tasca, este ano é nosso. Let’s Fly Falcons! Piauí na NFL!!!

      Resposta

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Odds Shark Ad Bottom