Com dois TDs do calouro Giovani Bernard, Bengals dominam os Steelers

Certamente o Monday Night Football desta segunda-feira (17) ficará eternamente gravado na memória do jovem Giovani Bernard. O RB calouro marcou os dois primeiros touchdowns da carreira justamente diante de um rival de divisão e no jogo de maior repercussão na televisão americana. No geral, foi uma boa atuação de todo o time do Cincinnati Bengals, a equipe não deu chances ao Pittsburgh Steelers e venceu o duelo no Paul Brown Stadium por 20 a 10.

Derrota que também expôs as fragilidades dos Steelers, ficou claro que 2013 será um longo ano em Pittsburgh: o time sofreu imensamente para estabelecer o jogo terrestre, teve sérios problemas na proteção do seu quarterback em alguns momentos e mostrou que não possui talento entre os reservas para repor as baixas por contusão. É a primeira vez desde 2002 que Pittsburgh começa uma temporada 0-2.

Apesar do começo devagar, foi os Steelers que abriram o placar, aproveitando a ótima posição de campo após um retorno de punt de 40 jardas de Antonio Brown. Mesmo sem conseguir o touchdown, o time visitante saiu na frente com um field goal de 44 jardas convertido por Shaun Suisham.

Minutos depois, Pittsburgh cometeu o primeiro turnover do duelo, em um fumble do TE Paulson forçado e recuperado por Adam “Pacman” Jones. O estrago podia ter sido muito maior, pois Jones tinha muito espaço para retornar, mas a marcação inicial da arbitragem foi de passe incompleto, parando a jogada. Mesmo com a bobagem da arbitragem, os Bengals recuperaram a posse ao ganhar o desafio e transformaram o turnover em touchdown. Giovani Bernard correu sete jardas e colocou Cincinnati na liderança do placar.

O segundo quarto começou com um field goal de 41 jardas do kicker Mike Nugent, terminou com o primeiro e único TD dos Steelers na partida. Com muita dificuldade no jogo terrestre, a equipe fez uma campanha de 5 passes, todos completos, que terminou com um lançamento de Big Ben para Derek Moye no fundo da endzone.

O terceiro período foi para o torcedor de Pittsburgh apagar da memória, um dos piores da história recente do time. Os Steelers tiveram menos de quatro minutos de posse e não conseguiram uma primeira descida sequer. Melhor para os Bengals, que administraram a posse de bola e marcaram o touchdown que praticamente selou a vitória. Foi o segundo de Bernard, mas dessa vez após receber um passe curto de Andy Dalton e entrar na endzone. 

Cincinnati seguiu controlando o relógio no último quarto, acertou mais um field goal após um drive de quase sete minutos e colocou a diferença em duas posses de bola. O ataque dos Steelers até esboçou uma reação, mas um passe de Big Ben interceptado pelo safety Reggie Nelson colocou números finais na partida.

 Os dois times não terão vida fácil no próximo domingo (22), jogarão contra times fortes da NFC Norte. O Cincinnati Bengals recebem o Green Bay Packers, já os Steelers buscam a recuperação em Pittsburgh contra o Chicago Bears.

Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL,  
Matheus Filippi é editor do @NFLBrasil.
    

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Odds Shark Ad Bottom