Prévia da temporada 2013: Seattle Seahawks

Estádio: CenturyLink Field

Dono: Paul Allen

Títulos de Super Bowl: Nenhum, mas chegou na final em 2005

Posição em 2012: (11 – 5) Segundo colocado na NFC Oeste. Foi aos playoffs como Wild Card e perdeu para o Atlanta Falcons no Divisional Round

Técnico: Pete Carroll

A estrela: Marshawn Lynch

Quem pode surpreender: Russel Wilson

Draft 2013:
Christine Michael – RB
Jordan Hill – DT
Chris Harper – WR
Jesse Williams – NT
Tharold Simon – CB
Luke Willson – TE
Spencer Ware – RB
Ryan Seymour – G
Ty Powell – DE
Jared Smith – DT
Michael Bowie – OT

Plantel do Seattle Seahawks
Quarterbacks
  •  7 Tarvaris Jackson
  • 10 Brady Quinn
  •  3 Russell Wilson
Running backs
  • 40 Derrick Coleman
  • 24 Marshawn Lynch
  • 22 Robert Turbin
  • 33 Christine Michael
  • 26 Michael Robinson FB
  • 44 Spencer Ware FB
Wide receivers
  • 89 Doug Baldwin
  • 13 Phil Bates
  • 14 Arceto Clark
  • 17 Chris Harper
  • 15 Jermaine Kearse
  • 18 Sidney Rice
  • 81 Golden Tate
  • 19 Bryan Walters
  • 83 Stephen Williams
Tight ends
  • 88 Darren Fells
  • 48 Cooper Helfet
  • 84 Sean McGrath
  • 86 Zach Miller
  • 82 Luke Willson
Offensive linemen
  • 78 Alvin Bailey G/T
  • 73 Michael Bowie T
  • 77 James Carpenter G/T
  • 68 Breno Giacomini T
  • 61 Lemuel Jeanpierre C/G
  • 63 Rishaw Johnson G
  • 67 Paul McQuistan G
  • 76 Russell Okung T
  • 75 Mike Person T
  • 62 Ryan Seymour G
  • 66 Jared Smith G
  • 64 J. R. Sweezy G
  • 60 Max Unger C
Defensive linemen
  • 56 Cliff Avril DE
  • 72 Michael Bennett DT
  • 70 Michael Brooks DT
  • 79 Red Bryant DE
  • 66 Dewayne Cherrington FB
  • 97 Jordan Hill DT
  • 94 Jaye Howard DT
  • 95 Benson Mayowa DE
  • 99 Tony McDaniel DT
  • 69 Clinton McDonald DT/DE
  • 92 Brandon Mebane DT
  • 74 Sealver Siliga DT
Linebackers
  • 52 Allen Bradford OLB
  • 55 Heath Farwell OLB
  • 51 Bruce Irvin OLB/DE
  • 46 John Lotulelei LB
  • 57 Michael Morgan OLB
  • 58 Ty Powell OLB
  • 93 O’Brien Schofield LB
  • 53 Malcolm Smith OLB
  • 54 Bobby Wagner MLB
  • 50 K. J. Wright OLB
Defensive backs
  • 39 Brandon Browner CB
  • 31 Kam Chancellor SS
  • 27 Winston Guy SS
  • 32 Jeron Johnson SS
  • 20 Jeremy Lane CB
  • 42 Chris Maragos FS
  • 41 Byron Maxwell CB
  • 36 Ron Parker CB
  • 35 DeShawn Shead CB
  • 25 Richard Sherman CB
  • 29 Earl Thomas FS
  • 28 Walter Thurmond CB
  • 21 Antoine Winfield CB
Special teams
  • 49 Clint Gresham LS
  •  4 Steven Hauschka K
  •  9 Jon Ryan P

Foi impressionante o que o Seattle Seahawks fez ano passado.  O time trouxe o QB Matt Flynn para comandar o ataque, mas teve coragem para bancar o calouro de terceira rodada Russell Wilson como titular, após uma pré-temporada excelente. Os números mostram que a aposta do técnico Pete Carroll foi mais do que certa: com um corpo de WRs bem mediano, Wilson lançou 3,118 jardas, correu 489, marcou 30 TDs (26 passando e quatro terrestres) e teve apenas 10 interceptações. E pensar que todos os outros times dispensaram o garoto por ser muito baixo…

O que ele fez nos playoffs foi mais impressionante ainda, crescendo de produção na hora da decisão. Como se diz na gíria do futebol americano, um jogador “clutch”. Além de comandar a virada contra os Redskins fora de casa do duelo de Wild Card, Wilson protagonizou um dos melhores jogos da história dos playoffs em Atlanta contra os Falcons: os Seahawks marcaram três TDs no último quarto e passaram na frente do marcador a 30 segundos do final. Mesmo levando um field goal nos últimos instantes, foi uma atuação memorável.

A tendência é que o bom desempenho se repita, apesar dos mesmos alvos medianos do ano passado. Se conseguir ficar saudável, o WR Sidney Rice é a melhor das opções, seguido pelo também wide receiver Golden Tate e o TE Zach Miller. A franquia até trouxe o dinâmico Percy Harvin em uma troca ousada com o Minnesota Vikings, mas o jogador passou por uma cirurgia no quadril e deve retornar aos gramados somente em dezembro.
Lesão que afeta o jogo corrido também, pois Harvin seria o principal retornador do time após a saída de Leon Washington. Para um esquema de ataque que correu 55% das vezes ano passado, a posição de campo é fundamental. Porém nada que preocupe tanto, pois Seattle conta com Marshawn “the Beast” Lynch e os promissores Christine Michael e Robert Turbin para carregar o jogo terrestre. Parte fundamental no esquema da moda, o “read-option”, Lynch correu impressionantes 1,590 jardas e marcou 11 TDs, com uma média impressionante de cinco jardas por carregada. As defesas sabiam que ele ia correr, e mesmo assim não conseguiam pará-lo.

Números ainda mais impressionantes quando se olha para a mediana linha ofensiva, que deve ser praticamente a mesma para 2013.  O LT Russell Okung e o center Max Unger são bons, mas precisam diminuir as penalidades.  Os guards Paul McQuistan e J.R.Sweezy, além do filho de brasileiros RT Breno Giacomini completam a linha, os três são bem medianos.

A defesa dos Seahawks merece uma atenção especial, no papel é a melhor da NFL. Por quê? Simples, pegue um grupo defensivo que foi o melhor em 2012 cedendo pontos e o quarto melhor cedendo jardas e adicione três dos melhores free agents disponíveis no mercado. Na prática a coisa muda um pouco, algumas contusões e suspensões vão atrapalhar no começo da temporada. Saudável e em campo, essa defesa tem tudo para liderar a NFL.

A melhora mais significativa foi no pass-rush, a equipe trouxe do mercado os DEs Cliff Avril, ex-Lions, e Michael Bennett, ex-Buccaneers. Ambos foram os líderes de seus times em sacks, computando 18,5 no total. Ao lado de Chris Clemons e Red Bryant, formam o grupo de defensive ends mais talentoso da liga. Eles devem revezar em campo, colocando muita pressão no QB adversário em todas as descidas, podem até estar todos em campo nas formações “sub package” de Pete Carroll. Mas como dito acima, as contusões podem atrapalhar no começo, Avril briga com uma lesão na coxa e Clemons volta de um rompimento no ligamento cruzado anterior do joelho, ambos são dúvida para a estreia contra o Carolina Panthers.
Quem também não jogará nas primeiras semanas é o DT Jordan Hill, calouro escolhido na terceira rodada para melhorar o interior de uma linha que cedeu uma alarmante média de 4,5 jardas por corrida ano passado. Enquanto ele se recupera de uma lesão no bíceps, Josh McDaniels, ex-Dolhpins, deve fazer dupla com o bom Brandon Mebane. Outra baixa significativa nos quatro primeiros jogos será Bruce Irvin, que em sua temporada de calouro ano passado computou oito sacks como DE. Quando voltar de suspensão por uso de substâncias ilícitas, será deslocado para OLB e fará um ótimo trio ao lado de Bobby Wagner e K.J. Wright.
A melhora no pass-rush ajudará bastante a talentosa secundária a dominar mais uma vez os ataques aéreos em 2013. A chegada do veterano Antoine Winfield para jogar de nickel dará ainda mais consistência para um grupo que já foi espetacular na temporada passada. Winfield cobrindo o slot, com Brandon Browner e Richard Sherman nas pontas é o melhor trio de cornerbacks da NFL. A posição de safety também dispensa comentários, Kam Chancellor é ótimo contra o jogo corrido e Earl Thomas é tranquilamente um dos três melhores da posição na liga hoje.

Análise NFL Brasil: A ótima performance nos playoffs do ano passado mostrou que o Seattle Seahawks tem potencial para ir longe em 2013. Com a defesa saudável e a dupla Wilson/Lynch comandando o ataque, o time tem tudo para brigar com o forte San Francisco 49ers pelo título da NFC Oeste. Seja como campeão de divisão ou Wild Card, os Seahawks devem se classificar para a pós-temporada e é um dos favoritos a representar a conferência no Super Bowl em New York. Não espero menos de 11 vitórias de Seattle.

Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL,  
Matheus Filippi é editor do @NFLBrasil.
    

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    5 thoughts on “Prévia da temporada 2013: Seattle Seahawks

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Odds Shark Ad Bottom