Prévia da temporada 2013: Dallas Cowboys

Estádio: AT&T Stadium

Dono: Jerry Jones

Títulos de Super Bowl: Cinco, conquistados em 1971, 1977, 1992, 1993 e 1995

Posição em 2012: (8 – 8) terceiro colocado na NFC East

Técnico: Jason Garret

A estrela: Tony Romo

Quem pode surpreender: Sean Lee

Draft 2013:  
Travis Frederick – C/G
Gavin Escobar – TE
Terrance Williams – WR
J.J. Wilcox – S
B.W. Webb – CB
Joseph Randle – RB


Plantel do Dallas Cowboys
Quarterbacks
  • 18 Kyle Orton
  •  9 Tony Romo
  •  3 Nick Stephens
  •  7 Alex Tanney
Running backs
  • 25 Lance Dunbar
  • 28 Kendial Lawrence
  • 29 DeMarco Murray
  • 35 Joseph Randle
  • 34 Phillip Tanner
Wide receivers
  • 10 Anthony Amos
  • 13 Anthony Armstrong
  • 19 Miles Austin
  • 11 Cole Beasley
  • 16 Tim Benford
  • 88 Dez Bryant
  • 81 Danny Coale
  • 85 Jared Green
  • 17 Dwayne Harris
  • 14 Eric Rogers
  • 83 Terrance Williams
Tight ends
  • 86 Colin Cochart
  • 89 Gavin Escobar
  • 84 James Hanna
  • 80 Dante Rosario FB
  • 87 Andre Smith
  • 82 Jason Witten
Offensive linemen
  • 62 David Arkin G
  • 73 Mackenzy Bernadeau G
  • 63 Ryan Cook C/G
  • 67 Phil Costa C
  • 76 Edawn Coughman T/G
  • 66 Ray Dominguez G
  • 70 Travis Frederick C/G
  • 68 Doug Free T
  • 64 Dennis Godfrey G
  • 60 Kevin Kowalski G/C
  • 65 Ronald Leary G
  • 71 Nate Livings G
  • 61 James Nelson T
  • 78 Jermey Parnell T
  • 77 Tyron Smith T
  • 75 Darrion Weems T
Defensive linemen
  • 79 Ben Bass DT/DE
  • 64 Travis Chappelear DE
  • 92 Landon Cohen DT
  • Tyrone Crawford DE
  • 69 Jabari Fletcher DE
  • 97 Jason Hatcher DT
  • 96 Nick Hayden DT
  • 53 Toby Jackson DE
  • 95 Sean Lissemore DT
  • 99 Jerome Long DE
  • 72 Jeris Pendleton DT
  • 98 George Selvie DE
  • 93 Anthony Spencer DE/OLB
  • 94 DeMarcus Ware DE/OLB
  • 51 Kyle Wilber DE/OLB
Linebackers
  • 55 Alex Albright OLB/DE
  • 54 Bruce Carter OLB
  • 52 Justin Durant OLB
  • 57 DeVonte Holloman OLB
  • 45 Deon Lacey OLB
  • 48 Cameron Lawrence OLB
  • 50 Sean Lee MLB
  • 46 Brandon Magee MLB
  • 56 Caleb McSurdy MLB
  • 58 Taylor Reed MLB
  • 59 Ernie Sims OLB
Defensive backs
  • 26 Will Allen SS
  • 33 Xavier Brewer CB
  • 39 Brandon Carr CB
  • 42 Barry Church FS
  • 24 Morris Claiborne CB
  • 41 Eric Frampton SS
  • 43 Jakar Hamilton FS
  • 38 Jeff Heath SS
  • 37 Matt Johnson FS
  • 40 Danny McCray FS
  • 21 Sterling Moore CB
  • 31 Micah Pellerin CB/FS
  • 32 Orlando Scandrick CB
  • 23 Brandon Underwood CB/FS
  • 20 B. W. Webb CB
  • 27 J. J. Wilcox SS
Special teams
  •  5 Dan Bailey K
  •  6 Chris Jones P
  • 91 L. P. Ladouceur LS
  •  2 Brett Maher P/K


Tem sido assim nos últimos anos: o Dallas Cowboys começa a temporada como um dos candidatos a chegar aos playoffs, faz campanhas boas, mas no final algumas coisas dão errado e o time morre na praia. Muita da culpa desses sucessivos fracassos acaba caindo nos ombros do quarterback Tony Romo, muito criticado pelos torcedores da franquia e alvo de piadas dos rivais. E se eu te falar que ele é um dos jogadores mais injustiçados da NFL? Calma, antes que pare de ler, permita-me explicar o porquê dele ser um dos jogadores mais enigmáticos da liga.

Uma análise fria dos números de 2012 coloca Romo entre os melhores QBs da liga, ele lançou 4,903 jardas e 28 touchdowns, com um rating de 90,5. Muitos irão retrucar que o desempenho dele piora no final das partidas e na reta final da temporada, o que pelo menos no ano passado também não foi verdade. Entre as semanas 12 e 16, Romo lançou 11 TDs e apenas três interceptações, com uma média de 353 jardas por partida. O Problema foi que os Cowboys ficaram 3-2 no período. Em uma das derrotas, para os Saints na semana 16, Romo lançou 416 jardas, quatro touchdowns e nenhum turnover. Sabiam que ele foi o QB que mais lançou TDs no último quarto ano passado?

O problema dele é falhar em situações críticas, em termos populares: amarelar na hora da onça beber água. Tudo que os Cowboys tinham que fazer para chegar à pós-temporada era vencer o Washington Redskins na semana 17, foi nesse jogo que Tony Romo jogou muito mal: 20 de 37 passes completados, 218 jardas, dois touchdowns e três interceptações. Talento ele já mostrou que possui, a questão para um final diferente em 2013 é muito mais psicológica que técnica.

Romo também não vem sendo protegido como deveria, a falta de talento no miolo da linha ofensiva já é um problema crônico em Dallas. Tanto que o time gastou primeira escolha no draft deste ano no center Travis Frederick, jogador cotado para ser draftado na terceira rodada. Ele deve melhorar um pouco a linha, pois pior do que estava é impossível ficar. A perspectiva é de mais um ano de Tony Romo lutando para ficar em pé, pois a base da OL foi mantida. Os guards Mackenzy Bernadeau e Nate Livings, que permitiram 13 sacks ano passado, serão titulares, assim como o RT Doug Free que permitiu 6 sacks e cometeu ridículas 12 penalidades. Free terá que disputar a posição com Demetress Bell, que também não é grande coisa.
Pelo menos a falta de talento não será problema nas demais posições do ataque. O WR Dez Bryant deixou os problemas extra campo de lado e teve um ótimos desempenho na temporada passada:  1,382 jardas e 12 TDs. A tendência é de números iguais ou melhores em 2013, ao lado de Miles Austin, do calouro Terrence Williams e do experiente TE Jason Witten. O bom RB DeMarco Murray será o responsável por carregar o jogo terrestre, agora, para os Cowboys chegarem a algum lugar em 2013 é preciso que ele se mantenha saudável. Nas seis partidas que ele não jogou por contusão, a equipe teve uma média de 61 jardas pelo chão, fechando o ano como segundo pior ataque  terrestre.

Se no ataque não houve muitas mudanças, não se pode falar o mesmo da defesa. A principal delas é a saída do coordenador defensivo Rob Ryan e a chegada do lendário Monte Kiffin, pai do famoso esquema “Tampa 2”. Acontece que a base dessa formação é 4-3, portanto, ao contrário de outros times, a equipe terá que fazer a transição do 3-4 para o 4-3.
Mudança que não deve ser tão traumática no front seven. DeMarcus Ware e Anthony Spencer serão deslocados para defensive ends, com Jason Hatcher e Jay Ratliff no meio deles. Juntos, eles contabilizam 26 sacks ano passado. O ótimo Sean Lee será deslocado para o meio do trio de linebackers, com Bruce Carter e o recém-chegado Justin Durant dos lados. Saudável, é um dos melhores corpos de LBs da liga.

A secundária terá um pouco mais de trabalho para se adaptar ao “Tampa 2”, principalmente os cornerbacks. Brandon Carr e Morris Claiborne, jogadores famosos por atuarem em coberturas homem a homem, terão que mudar para coberturas por zona press-coverage, ou seja, pressionar os recebedores na linha de scrimmage. Os safeties também são problema, mas não por adaptação ao esquema, mas porque eles são ruins mesmo. Barry Church e Will Allen devem ser os titulares: o primeiro está voltando de uma lesão séria no tendão de Aquiles, já Allen não tem talento para ser titular na NFL. Pode ser que o calouro de terceira rodada J.J. Wilcox roube uma das vagas, não precisa de muito.


Previsão NFL Brasil: Apesar dos pesares, é muito difícil esperar algo grandioso desse atual elenco. O Dallas Cowboys é um time talentoso, mas os safeties e a linha ofensiva impedem colocar essa equipe como candidata a pós-temporada. Como a NFC East é sempre uma incógnita, não descarto a possibilidade, mas não vejo os Cowboys vencendo mais que oito partidas. 

Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL,  
Matheus Filippi é editor do @NFLBrasil.
  

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    2 thoughts on “Prévia da temporada 2013: Dallas Cowboys

    • 15 agosto, 2013 em 0:19
      Permalink

      Olho no Ron Leary OG, ele deve ganhar a vaga do Livings como LG titular!

      Resposta
    • 4 setembro, 2013 em 20:07
      Permalink

      Gostei da ´pré-temporada do Wilcox… deve ser titular, vamos ver como ele vai se desenvolver no decorrer da temporada.

      Resposta

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Odds Shark Ad Bottom