Prévia da temporada 2013: Arizona Cardinals

Estádio: University of Phoenix Stadium

Dono: Bill Bidwill

Títulos de Super Bowl: Chegou ao Super Bowl em 2008, mas não venceu

Posição em 2012: (5 – 11) Quarto colocado na NFC West

Técnico: Bruce Arians

A estrela: Larry Fitzgerald

Quem pode surpreender: Michael Floyd

Draft 2013: 
Jonathan Cooper – G
Kevin Minter – ILB
Tyrann Mathieu – S
Alex Okafor – DE/OLB
Earl Watford – G
Stepfan Taylor – RB
Ryan Swope – WR
Andre Ellington – RB

Planel do Arizona Cardinals
Quarterbacks
  • 14 Ryan Lindley
  •  3 Carson Palmer
  •  5 Drew Stanton
  •  6 Caleb TerBush
Running backs
  • 38 Andre Ellington
  • 28 Rashard Mendenhall
  • 29 Alfonso Smith
  • 30 Stepfan Taylor
  • 34 Ryan Williams
Wide receivers
  • 13 Jaron Brown
  • 85 Dan Buckner
  • 17 LaRon Byrd
  • 16 Jarett Dillard
  • 19 Nick Edwards
  • 11 Larry Fitzgerald
  • 15 Michael Floyd
  • 10 Robert Gill
  • 89 Charles Hawkins
  • 12 Andre Roberts
  •  7 Tyler Shaw
  • 18 Kerry Taylor
  •  1 Robby Toma
Tight ends
  • 81 Jim Dray
  • 80 Alex Gottlieb
  • 84 Rob Housler
  • 86 D. C. Jefferson
  • 87 Jeff King
  • 46 Mickey Shuler, Jr.
  • 83 Kory Sperry
Offensive linemen
  • 68 Adam Bice C
  • 75 Levi Brown T
  • 60 Joe Caprioglio T
  • 71 Daryn Colledge G
  • 61 Jonathan Cooper G
  • 74 Paul Fanaika G/T
  • 69 Mike Gibson G
  • 62 Jamaal Johnson-Webb T
  • 64 Senio Kelemete G
  • 70 Bobby Massie T
  • 76 Nate Potter T
  • 73 Chilo Rachal G
  • 63 Lyle Sendlein C
  • 78 Earl Watford G
  • 66 Scott Wedige C
  • 65 Eric Winston T
Defensive linemen
  • 93 Calais Campbell DE
  • 79 David Carter NT/DE
  • 90 Darnell Dockett DE
  • 95 Ricky Lumpkin NT
  • 98 Frostee Rucker DE
  • 67 Padric Scott NT
  • 91 Matt Shaughnessy DE
  • 96 Ronald Talley DE
  • 72 Everrette Thompson DE
  • 92 Dan Williams NT
Linebackers
  • 53 John Abraham OLB/DE
  • 94 Sam Acho OLB/DE
  • 97 Lorenzo Alexander OLB/DE
  • 54 Jasper Brinkley ILB
  • 55 Karlos Dansby ILB
  • 45 Kenny Demens ILB
  • 48 Dan Giordano OLB
  • 47 Korey Jones ILB
  • 51 Kevin Minter ILB
  • 59 Zack Nash OLB
  • 57 Alex Okafor OLB/DE
  • 52 Colin Parker ILB
  • 44 Kenny Rowe OLB
  • 56 Reggie Walker ILB
  • 58 Daryl Washington ILB
Defensive backs
  • 27 Jonathon Amaya FS
  • 35 Javier Arenas CB
  • 37 Yeremiah Bell FS
  • 31 Justin Bethel CB
  • 20 Antoine Cason CB
  • 23 Jamell Fleming CB
  • 41 Javon Harris SS
  • 42 Josh Hill CB
  • 36 Tony Jefferson SS
  • 49 Rashad Johnson SS
  • 32 Tyrann Mathieu FS
  • 22 Bryan McCann CB
  • 21 Patrick Peterson CB
  • 25 Jerraud Powers CB
  • 26 Curtis Taylor FS
  • 43 Ronnie Yell CB
Special teams
  •  2 Will Batson P
  •  4 Jay Feely K
  • 82 Mike Leach LS
  •  9 Dave Zastudil P


Se o Arizona Cardinals começou 2012 cercado de dúvidas com relação ao quarterback titular, em 2013 a história é completamente diferente. Após a faxina na posição, mandando embora Kevin Kolb, John Skelton e Brian Hoyer, os Cards trouxeram o veterano Carson Palmer para ser o número um, com o jovem Drew Stanton de seu reserva imediato.

Mesmo não sendo o melhor QB da história do mundo, Palmer é bem mais consistente do que os anteriores: levou por duas vezes o Cincinnati Bengals aos playoffs e passou das quatro mil jardas aéreas em três temporadas, a última delas no ano passado, já pelo Oakland Raiders.

Quem está feliz da vida com a chegada do quarterback de 33 anos é o WR Larry Fitzgerald, que vem sofrendo com a falta de um QB talentoso nos últimos anos. O futuro membro do hall da fama teve os piores números de sua carreira ano passado, apenas 71 recepções para 798 jardas e quatro touchdowns. O veterano deve formar ao lado do promissor Michael Floyd e Andre Roberts na posição de slot um sólido ataque aéreo. 

Se pelo alto a perspectiva desse ataque é boa, não se pode dizer o mesmo pelo chão. Pior time correndo com a bola em 2012 (352 tentativas para 1204 jardas), Arizona tenta melhorar esses números com a contratação do polêmico Rashard Mendenhall. A justificativa da franquia foi que o running back já está familiarizado com o esquema do novo técnico Bruce Arians, visto que os dois trabalharam juntos quando Arians era coordenador ofensivo do Pittsburgh Steelers. Apesar do entrosamento que possa existir, Mendenhall não possui talento para carregar esse jogo terrestre.

Pelo menos ele terá uma linha ofensiva reformulada para abrir espaços, bem melhor da que permitiu alarmantes 58 sacks ano passado. Jonathan Cooper, 7º escolha geral do draft 2013, chega para a posição de left guard. O LT Levi Brown também retorna após perder toda a temporada passada por uma ruptura no tríceps. Ele é bem inconsistente, mas perto do que a linha tinha na proteção do blind side  é uma melhora considerável. Essa OL será de fundamental importância para a temporada dos Cardinals, pois Carson Palmer é conhecido pela incrível falta de mobilidade no pocket. Se a linha não protegê-lo, os Cards sofrerão este ano.

Outro ponto crucial para o sucesso da franquia na temporada que se aproxima é pressionar o QB adversário. Quando conseguiu fazer isso com sucesso ano passado, venceu os quatro primeiros jogos da temporada, batendo Seahawks, Patriots, Eagles e Dolphins com uma média de 15,3 pontos sofridos. A coisa desandou com as contusões dos defensive ends Darnell Dockett e Calai Campbell, Arizona venceu apenas uma das 12 partidas restantes. Se O’Brien Schofield ficar saudável e Sam Acho reencontrar as boas atuações, o pass-rush do time deve melhorar consideravelmente.

Melhoria que se faz necessária devido a situação da secundária de Arizona, setor que está tirando o sono do torcedor. Com as saídas dos safeties Adrian Wilson e Kerry Rhodes, o cornerback Patrick Peterson é a única unanimidade. O limitado Antoine Cason deve fazer a dupla com Peterson, com Jerraud Powers, ex-Colts, e o jovem Jamell Fleming brigando pela vaga. O veterano Yeremiah Bell chega para formar a nova dupla de safeties com o jovem Rashad Johnson, o problema é que Bell já está com 35 anos e Johnson mal jogou ano passado. O calouro Tyrann Mathieu, draftado no 3º round, corre por fora desta disputa.

 Previsão NFL Brasil: Com um ataque mais estruturado em 2013, certamente o Arizona Cardinals fará uma campanha melhor do que a do ano passado. O problema de Arizona é estar na mesma divisão dos fortíssimos San Francisco 49ers e Seattle Seahawks. Além dos confrontos de divisão, os Cardinals vão encarar Saints, Falcons, Colts e Texans. Devido a dificuldade da tabela, algo melhor do que 6-10 já é motivo para comemoração em Phoenix.

Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL,  
Matheus Filippi é editor do @NFLBrasil.
  

 

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    One thought on “Prévia da temporada 2013: Arizona Cardinals

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Odds Shark Ad Bottom