No duelo de QBs calouros, Redskins recebem os Seahawks

Seattle Seahawks @ Washington Redskins
Estádio: FedEx Field
Dia e horário: Domingo, 06/01/13 às 19h30h
Transmissão: ESPN, ESPN + e Esporte Interativo 


O jogo de Wild Card entre Washington Redskins e Seattle Seahawks possui todos os ingredientes para ser o melhor da primeira fase dos playoffs. Duelo dos únicos calouros da história da liga que terminaram a temporada regular com um rating de mais de 100, dois dos três melhores RBs em jardas da NFL se enfrentando, ambas as equipes venceram sete dos último oito jogos… A capital americana vai tremer amanhã à noite!

Análise da partida:
Teremos Robert Griffin III e Russel Wilson frente a frente, dois dos quarterbacks mais dinâmicos dos últimos anos. Além de bons passadores, ambos podem mudar toda a dinâmica da partida ao achar um espaço para correr. Será realmente um duelo de ataques espetaculares: os Redskins com seu esquema de Pistol Offense, liderado por RGIII e o perigoso RB Alfred Morris, diante do time que mais marcou pontos nas últimas cinco partidas, que além do bom jogo aéreo conta com o excelente RB Marshawn “the Beast” Lynch carregando o piano.

Eis o ponto que quero chegar, todos os holofotes estão nos dois ataques igualmente bons, mas são as defesas que vão definir o vencedor. Nesse quesito, a vantagem é toda do Seahawks, o setor defensivo do time é o melhor da liga cedendo pontos e o quarto melhor em jardas, já a defesa dos Skins é a quarta pior em jardas cedidas. Será um teste e tanto para Griffin, o retorno do CB Brandon Browder aliado a Richard Sherman, Kam Chancellor e Earl Thomas torna a secundária de Seattle possivelmente a melhor da NFL. Lembrando que RGIII ainda não mostrou serviço contra boas defesas, nas três oportunidades que enfrentou defesas do Top 10 (Bengals, Steelers e Panthers) ele perdeu.

Últimos confrontos:
A última vez que os times se enfrentaram foi em Seattle no dia 27 de novembro de 2011, jogo que o Redskins perdia por 17 a 7 no último quarto e foi buscar uma surpreendente  virada por 23 a 17. Rex Grossman era o QB de Washington, enquanto que Tavaris Jackson comandava o ataque do Seahawks. Quanta diferença! Por ironia do destino, nas duas últimas vezes que chegou aos playoffs, 2005 e 2007, os Redskins encararam Seattle, perdendo ambas as partidas. Chegou o dia de dar o troco?

Chave da vitória para Seattle:
Difícil apontar algo a melhorar no ataque de Seattle. Nos últimos dois meses, Russel Wilson completou 123 de 183 passes, lançou 1,622 jardas, marcou 16 touchdowns aéreos e 4 correndo com a bola.  Para ter sucesso, ele deve abusar um pouco mais dos passes médios e longos para explorar a fraca secundária de Washington. Marshawn Lynch também deve fazer estrago contra um dos piores front seven da liga.

Na defesa, o time precisa variar bastante as combinações de cobertura e evitar quando possível a marcação por zona, pois o ataque dos Redskins utiliza muito o Pistol Offense, esquema que se baseia em ler qual o tipo de zona está sendo feita e explorar os buracos. Mandar algumas blitz em cima do RGIII também é uma boa idéia, o talento na secundária do Seahawks permite lançar até sete jogadores em cima do QB adversário.

Chave da vitória para Washington:
Para fazer qualquer análise, primeiro é preciso saber em que condição se encontra o joelho de Robert Griffin III. Imprevisível ao longo da temporada, ele perdeu todo dinamismo na semana passada contra o Cowboys, por conta de ainda se recuperar de uma lesão. Se o joelho estiver próximo do 100%, Griffin é uma ameaça real a defesa de Seattle, agora se ficar o jogo todo dentro do pocket pode sofrer com a secundária adversária.  O desempenho do também calouro Alfred Morris será crucial para o sucesso do time, posse de bola é essencial quando se trata de uma partida de pós-temporada.

Defensivamente, Washington deve explorar as fraquezas do ainda calouro Russel Wilson. Apesar de eficiente, ele segura um pouco demais a bola de vez em quando, foram 12 sacks somente em dezembro. Além de pressionar Wilson, cabe ao coordenador defensivo Jim Haslett posicionar o CB DeAngelo Hall com inteligência e explorar bem sua principal arma contra o passe.

Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL, Matheus 
Filippi é colaborador do @NFLBrasil.

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    One thought on “No duelo de QBs calouros, Redskins recebem os Seahawks

    • 5 janeiro, 2013 em 19:17
      Permalink

      Os 2 fumbles de Alfred Morris decidirão a partida.

      Resposta

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Odds Shark Ad Bottom