Ataque brilha em Foxboro e os Ravens vão para o Super Bowl 47

Nada como um ano após o outro! Depois de perder na final da AFC do ano passado, o Baltimore Ravens voltou melhor, mais forte e superou o New England Patriots, em New England, por 28 a 13 e vai representar a conferência americana no Super Bowl 47, que acontece no próximo dia 03, em Nova Orleans.

Diferente do esperado, a partida começou morna e com as defesas controlando bem as ações. Reflexo disso foi o número de punts e o placar que terminou o primeiro quarto: apenas um field goal de 31 jardas de Stephen Gostkowski para deixar os Patriots em vantagem de 3 a 0.

Apesar de virar de tempo vencendo, os Patriots perderam o CB Aqib Talib, que saiu com uma lesão muscular e não voltou mais para o jogo, deixando a secundária mais exposta.

Na primeira campanha dos Ravens no segundo quarto, a primeira pontuação e o primeiro touchdown. Depois de quase seis minutos e 13 jogadas, Ray Rice correu duas jardas pela esquerda e entrou na endzone, colocando Baltimore em vantagem.

O touchdown dos Ravens acordou Brady e CIA, que respondeu logo na sequência. Na campanha seguinte, o QB dos Patriots liderou uma grande campanha, que terminou em um passe de uma jarda para Wes Welker.

Antes do intervalo, Gostkowski acertou mais um FG e deixou o placar 13 a 07 para New England. Nunca antes na história os Patriots haviam perdido um jogo, em Foxboro, que estavam vencendo no intervalo… Não até esta final da AFC.

Os Ravens voltaram completamente diferente, principalmente o ataque. Com Flacco mais tranquilo e o jogo terrestre funcionando, o time de Baltimore passou a impor seu jogo. Corridas bem encaixadas, passes longos e proteção para Flacco.

Com essa combinação os Ravens conseguiram passar a frente no placar na segunda posse de bola do terceiro quarto. Flacco achou o TE Dennis Pitta na endzone e os Corvos abriram 14 a 13 de frente.

Depois de uma campanha que não rendeu nenhuma primeira descida para os Patriots, os Ravens chegaram novamente na endzone e na primeira jogada do último período, Flacco conectou um passe com Anquan Boldin na endzone e ampliou a vantagem dos visitantes para 21 a 13.

Correndo atrás no placar, o time de New England ficou nervoso em campo e passou a cometer os turnovers, coisa que não atrapalhou o time em momento nenhum na temporada. Primeiro foi Stevan Ridley, que soltou a bola após um tackle e ela foi recuperado pelos Ravens.

Na posse seguinte após o fumble recuperado, Baltimore precisou de apenas quatro jogadas para voltar a entrar na endzone e marcar um TD em passe de Flacco para Boldin, colocando o placar 28 a 13 para os Ravens.

Precisando de dois touchdowns e uma conversão de dois pontos, faltando pouco mais de oito minutos, Brady foi com tudo e levou a bola até o campo de ataque, mas em uma tentativa de conversão de quarta descida, falhou e a voltou para Baltimore.

Na campanha seguinte de New England, Tom Brady teve seu passe desviado e acabou interceptado por D. Ellerbe – interceptação que sacramentou a vitória dos Ravens.

New England teria mais uma posse de bola para tentar um último suspiro, mas Brady arriscou um passe na endzone e acabou interceptado novamente, garantindo a passagem do Baltimore Ravens para o Super Bowl 47.

Belorizontino de nascimento, jornalista por opção 
e fã da NFL, Rafael Araújo é o criador do @NFLBrasil.

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    10 thoughts on “Ataque brilha em Foxboro e os Ravens vão para o Super Bowl 47

    • 21 janeiro, 2013 em 4:13
      Permalink

      Incrível, muito merecido!

      Alguém sabe de algum bar em São Paulo que vá passar a final?

      Obrigada

      Resposta
    • 21 janeiro, 2013 em 8:35
      Permalink

      O que esse Joe Flacco jogou nos playoffs não é brincadeira, no ano de renovação de contrato os caras acordam.

      Resposta
    • 21 janeiro, 2013 em 10:07
      Permalink

      Muita gente achou que o NEP levaria tranquilo… Mas o BR teve garra e um pouco mais de consistência e ganhou merecidamente.

      Resposta
    • 21 janeiro, 2013 em 13:07
      Permalink

      ALGUEM SABE DE UM BAR EM RECIFE QUE VAI TRANSMITIR O SUPERBOWL?

      Resposta
    • 21 janeiro, 2013 em 14:55
      Permalink

      Travando e desengatando, esse foi o jogo que os Ravens propuseram para derrubar o adversário. Não gosto disso e achei esse um dos piores jogos dos playoffs, somente depois dos Texans x Bengals.
      Num dia que o NE errou em excesso, não conseguiu impor suas variedades de jogadas e armações, teve Welker melando a bola(de novo!)e Hernandez sumido do 2° tempo, os “Patriotas da Nova Inglaterra” sucumbiram para a surpresa de todos.

      Resposta
    • 21 janeiro, 2013 em 14:56
      Permalink

      Na realidade sem um bom jogo corrido e uma boa defesa nenhum time tem sucesso na NFL. Falta ao NE um jogador de destaque para liderar a sua defesa, bem como um corredor que possa alternar com os lançamentos de Brady. Acho que o SF49 leva o título.

      Resposta
    • 21 janeiro, 2013 em 15:00
      Permalink

      E como o nobre colega Miteiro disse, já bombou o “Mick Gisele Jagguer”, que azar a moça está dando ao playboy hein!
      E fora isso, cadê as bradizetes, bladimania e o resto agora?

      Resposta
    • 21 janeiro, 2013 em 15:03
      Permalink

      Engraçado; também achei que a derrocada do NE começou mais uma vez numa dropada de Welker. O time só joga bem quando impõe um ritmo frenético, o que infelizmente não aconteceu ontem. O auge do NE na temporada foi no jogo do SF, a partir daí o time entrou numa mesmice e Brady não jogou nem metade do seu potencial. Na NFL o jogo, mais do que nunca, só acaba quando o juiz apita o seu final.

      Resposta
    • 21 janeiro, 2013 em 20:30
      Permalink

      flacco jogou muito , merecido a vitoria dos ravens .

      Resposta

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Odds Shark Ad Bottom