Redskins vencem Ravens sem RGIII na prorrogação

O Baltimore Ravens foi até Washington para a partida contra os Redskins. Com o placar de 31 a 28, decidido apenas na prorrogação, a franquia de Washington venceu mais uma e segue na briga por uma vaga de playoffs na NFC. Os Redskins não tem o melhor ataque terrestre da liga por acaso. No jogo de ontem, o RB rookie Alfred Morris correu para 122 jardas e anotou um TD. Foi o sexto jogo do calouro correndo para mais de 100 jardas na liga.

A partida contra os Redskins era a primeira que os Ravens jogariam sem a participação dos dois linebackers titulares desde 2003. Ray Lewis se lesionou no início da temporada e Terrell Suggs machucou o bíceps contra os Steelers. De frente com um ataque terrestre fortíssimo, a presença dos dois LBs era praticamente essencial.

Com três TDs marcados logo nas três primeiras posses de bola, o jogo ganharia mais emoção. Primeiro veio em conexão de RGIII com o WR Josh Morgan. Depois com Joe Flacco lançando para Anquan Boldin. Logo em seguida o TD de desempate com Alfred Morris. Tudo isso no primeiro quarto de partida.

No segundo período, Boldin recebeu mais um passe de Flacco para TD. A defesa de Baltimore também apareceu bem no primeiro tempo. O LB Paul Kruger tem dado conta do recado. Já são cinco partidas com pelo menos um sack. Ele também foi o responsável de recuperar um fumble de Morris, ainda no início do segundo quarto, que em seguida Flacco acertaria Dennis Pitta na endzone.

Com a boa vantagem, os Ravens retornaram pro segundo tempo com mais tranquilidade. Mas foi aí que começaram a surgir os turnovers por parte de Baltimore. Primeiro com Flacco sendo sackado e sofrendo fumble por Rob Jackson. Em seguida, com a bola recuperada, os Redskins anotam um FG de 48 jardas com Kai Forbath. Na jogada seguinte, Flacco agora é interceptado por London Fletcher. O turnover também resultaria no FG de Forbath.

No último quarto os Ravens conseguiriam um TD com Ray Rice e um sack avassalador em RGIII, que o tiraria da partida a partir do Two-Minute Warning. Quem entrou na partida foi outro QB rookie, Kirk Cousins, que só jogou alguns minutos contra os Falcons, na semana 5. Precisando de um TD e uma conversão de dois pontos pra irem pra prorrogação, os Redskins conseguiram o touchdown com uma recepção de Pierre Garçon e os dois pontos extras com uma corrida de Cousins. Na prorrogação, a defesa forçou o punt de Baltimore logo no início e depois Morris conseguiu, com apenas três corridas, uma posição de campo boa para Forbath dar números finais ao jogo: 31 a 28.

Os Ravens perderam, mas seguem na liderança da AFC North e com a vaga no Wild Card quase garantida. Os Redskins já têm a quarta vitória consecutiva e continuam com grandes chances de playoffs. Ambos os times jogam na tarde do próximo domingo, Em Baltimore, os Ravens jogam contra os Broncos e os Redskins contra os Browns, em Cleveland.


Nordestino de São Luis-MA. Mineiro de Mariana de coração
e estudante de comunicação, Marcelo Camelo é um
alucinado em esportes americanos

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    5 thoughts on “Redskins vencem Ravens sem RGIII na prorrogação

    • 10 dezembro, 2012 em 22:46
      Permalink

      O RG3 não foi sacado no lance que se machucou. Ele apenas sofreu um tackle quando játinha corrido umas 5-8 jardas.

      Resposta
    • 10 dezembro, 2012 em 23:38
      Permalink

      E quem garantiu a posição de campo foi o retornador Crawford, também novato, depois do punt. Morris conseguiu mais poucas jardas, nem first down.

      Resposta
    • 11 dezembro, 2012 em 1:21
      Permalink

      ae por favor coloca link do jogo do patriots ae pra nos assistir

      Resposta

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Odds Shark Ad Bottom