Paguem as zebras NFL. Terminem a greve!

O Monday Night Football entre Green Bay Packers e Seattle Seahawks mostrou para todos uma coisa que estava evidente e que a NFL parecia não querer ver: os árbitros substitutos não podem apitar os jogos da Liga.

O que aconteceu naquela “Hail Mary” deixou evidente o despreparo dos árbitros para apitar um jogo da importância de um Monday Night Football. Na verdade, não é nem só de um MNF, mas sim de um jogo da NFL, uma das ligas mais ricas do mundo e que possui fãs espalhados pelo mundo inteiro. Foi uma mancha negra na história da NFL.

Desde a primeira semana que vem acontecendo erros sequênciais, mas que acabam sendo relevados, pois nenhum decidiu uma partida de fato. No jogo entre Ravens e Patriots, várias marcações controversas complicaram os árbitros da partida e deixou o time de New England – derrotado na partida – revoltado. O auge da bagunça foi no Monday Night Football, quando as “zebras” decidiram o jogo com um erro.

O lance

O Green Bay Packers vencia o Seattle Seahawks por 12 a 07 e o time da casa tinha a chance de virar o jogo. Em uma quarta para 24 jardas, o QB dos Seahawks, Russell Wilson, lançou a bola para a endzone e ela foi disputada por MD Jennings, safety dos Packers, e por Golden Tate, wide receiver dos Seahawks.

A marcação dos árbitros foi de touchdown e vitória para os Seahawks. Até ai tudo bem, mas quando vieram os replays…

Antes de brigar pela recepção, Tate empurrou Sam Shields, dos Packers, o que configura uma interferência. Um dos árbitros estava de frente do lance e não marcou nada. Essa jogada não poderia ser modificada após os juízes assistirem o replay do lance, pois faltas não podem ser marcadas através do auxilio eletrônico.

Na briga pelo alto, Jennings VISIVELMENTE é o primeiro a dominar a bola, o que configura a interceptação. Veja o que diz na regra abaixo (retirado do blog do Everaldo Marques):

“Recepção simultânea. Se um passe é agarrado simultaneamente por dois oponentes elegíveis, e ambos mantêm o controle da bola, ela pertence ao ataque. Não é uma recepção simultânea se um jogador ganha o controle da bola primeiro e depois um oponente divide a posse da bola”.

De acordo com a regra e pelo que mostrou o replay, o passe foi interceptado e a marcação correta seria o touchback, dando vitória aos Packers, mas mesmo após assistirem o replay, que mostra claramente a interceptação, as “zebras” mantiveram a marcação de campo e confirmaram o TD.

Lembrando que pra voltar atrás na marcação, os juízes tem que ter 100% de certeza. No replay não dava pra ter 100% de certeza, mas dava pra ver a falta (mesmo não podendo voltar) e dava pra ver que o jogador dos Packers tinha vantagem.

A repercussão

Logo após a jogada e o jogo terminado, o técnico Mike McCarthy e o QB dos Packers, Aaron Rodgers, preferiram manter um discurso mais calmo e não reclamando muito da arbitragem, mas no twitter a coisa não foi bem assim.

O primeiro a disparar contra os juízes foi o guard dos Packers, TJ Lang, que criticou duramente os juízes, falando inclusive palavrões. Seu tweet foi retuitado mais de 40 mil vezes em 20 minutos e rapidamente ele foi parar nos Trending Topics mundiais.

Got fucked by the refs.. Embarrassing. Thanks nfl
— TJ Lang (@TJLang70) September 25, 2012

Lang ainda soltou mais um, dizendo que não tinha problema em ser multado, mas que o dinheiro da multa servisse para pagar os árbitros titulares.

Fuck it NFL.. Fine me and use the money to pay the regular refs.
— TJ Lang (@TJLang70) September 25, 2012

O quarterback dos Saints, Drew Brees, um dos principais representantes dos jogadores, também foi ao microblogging para reclamar da liga, mas de forma mais contida. Brees bateu no ponto exato horas antes em um programa de rádio, onde afirmou que os reservas não estavam preparados. Após o jogo, o QB dos Saints lamentou o ocorrido e disse que essa não é a liga que ele representa.

I love this league and love the game of football, but tonight’s debacle hurts me greatly. This is NOT the league we’re supposed to represent
— Drew Brees (@drewbrees) September 25, 2012

Não só jogadores da NFL, mas de outras ligas também reclamaram. Lebron James e Dirk Nowitzki falaram da vergonha de ter acompanhado o que aconteceu em Seattle.

I simply just LOVE the NFL to much to see these mistakes. I’m sick like I just played for the Packers
— LeBron James (@KingJames) September 25, 2012

Not gonna watch another nfl game until real refs r back. What a farce
— Dirk Nowitzki (@swish41) September 25, 2012

O futuro 

Em um futuro imediato, acho que esse lance vai servir para acabar com a greve mais rapidamente ou chamar a atenção de que do jeito que está não dá pra ficar, mas no final da temporada isso pode fazer a diferença.

Já imaginaram se os Packers ficam de fora dos playoffs por causa de uma derrota?! E se os Seahawks vencem a NFC West ou tiram a vaga de algum wildcard por causa de uma vitória a mais?!

Por enquanto são cenários imprevisíveis, mas pode acontecer isso tudo em janeiro e a situação ficar bem grave. Torceremos muito para o rápido desfecho da greve dos árbitros principais da NFL, pois do jeito que está não pode continuar. É melhor parar os jogos e voltar quando tiver tudo resolvido. 

E pra fechar: PAGUEM AS ZEBRAS!!!

Nota oficial da NFL

Em nota oficial nesta terça-feira, a National Football League apoiou a decisão dos árbitros, alegando que as decisões tomadas pelos juízes em não reverter o touchdown para interceptação foi correta. Na nota, a Liga reconhece que a falta de Tate em Shields anularia o lance, mas garante que a decisão das “zebras” no último passe e apoia os árbitros reservas.


Opinião sobre a nota: a NFL defendeu o seu lado, mas no fundo sabe que está errada e que a decisão foi péssima. Ficou muito feio para a liga o final do jogo de ontem!


Belorizontino de nascimento, jornalista por opção 
e fã da NFL, Rafael Araújo é o criador do @NFLBrasil.

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    7 thoughts on “Paguem as zebras NFL. Terminem a greve!

    • 25 setembro, 2012 em 17:17
      Permalink

      Nesse post eu tive que comentar. Excelente visão.
      O twitter do Swish é incrível. Ele é fã de todos os esportes americanos. E se ele disse que não quer mais assistir uma partida de NFL é porque a coisa tá MUITO séria!

      Resposta
    • 25 setembro, 2012 em 17:27
      Permalink

      Na minha opinião estão fazendo muito alarde por um lance que não deveria existir, principalmente por se tratar de lance polêmico.

      A falta foi no meio de um bolo onde normalmente não se marca nada independente de serem árbitros titulares ou reservas. E a falta simplesmente não poderia ser revisada, o juiz não ia poder falar que deu falta depois porque a regra não permite isso, isso todo mundo já sabe.

      Eu achei que a jogada pode ser vista de diferentes maneiras dependendo do ponto de vista (e da paixão) de quem está vendo o jogo. O jogador dos Packers é claramente o primeiro a tocar na bola, mas como todos nós já sabemos pegar a bola e efetivamente ter o controle dela são coisas completamente diferentes, a bola estava mexendo e o tempo todo tinha o braço esquerdo do jogador dos Seahawks tocando nela. A recepção na minha sincera opinião somente é finalizada quando o jogador cai no chão com a bola na mão (até porque se ele cair e a bola sair da mão dele é considerado passe incompleto) e nesse momento o Golden Tate também estava com as duas mãos na bola, a única diferença é que o jogador dos packers estava em cima dele. Ou seja, é uma situação onde pode-se muito bem considerar que os dois finalizaram a recepção ao mesmo momento, dando assim a vantagem para o Tate. Enfim é um lance muito polêmico que podia ser dados para qualquer um dos lados.

      Agora está todo mundo gritando que nem louco para pagarem as zebras como se isso fosse a solução para todos os problemas, parece que não existem erros de arbitragem na NFL. Todo mundo que acompanha o jogo de verdade já viu inúmeras decisões dos juízes profissionais que foram muito questionadas durante e após o jogo. Mas isso está ganhando uma repercussão muito maior exatamente por serem os juízes substitutos, eles estão sofrendo uma pressão muito grande de todo mundo por saberem que eles não são tão preparados quanto os outros. A ação do Bill Belichick no domingo tentando segurar o braço do juiz foi uma clara situação disso que eu estou falando, uma enorme falta de respeito pelo juiz da partida, em toda decisão polêmica se lembra que os juízes são substitutos e é por isso que eles erraram.

      Estou torcendo muito pra terminar essa greve e que voltem os árbitros profissionais e todo mundo vai ver que os erros sempre existiram e vão continuar existindo independente de quem sejam os árbitros.

      Resposta
      • 26 setembro, 2012 em 17:31
        Permalink

        Muito bom seu texto e até concordo com os seus argumentos. Mas a jogada foi nítida. O safety do Packers tem o controle da bola, com as duas mãos e ele cola a bola no peito, enquanto o WR do Seahawks apenas coloca a mão não bola. Depois da queda é que ele se vira e tenta “roubar” (no bom sentido) a bola. Mas até aí concordo que pode ser subjetivo e dá margem a alguma interpretação, não fosse a interferência anterior.

        O erro no lance, a meu ver, foi de um dos juízes, o que marca o TD. Ele estava numa posição que teria visto sem ninguém na frente dele a interferência. Ele ignora a falta e só aquele árbitro (dos que estão no campo na hora) interpreta a disputa como TD, enquanto a outra zebra logo ao lado dele marca a interceptação. A marcação dele que complica os outros árbitros, já que a falta não pode ser marcada na revisão e, da mesma forma, a recepção pode ser considerada mesmo que remotamente, impedindo a anulação do TD por falta de 100% de certeza.

        Como disseram na TV, esse lance foi a cereja do bolo. Se fosse um lance isolado, com árbitros titulares, concordo que a repercussão seria menor. Mas após uma série de erros absurdos, em praticamente todos os jogos, e várias marcações duvidosas e equivocadas nesse mesmo jogo, esse erro decidiu a partida com cronômetro zerado e tudo mais que todos sabemos. Por isso que deve ser visto diferente de um erro comum.

        Resposta
    • 25 setembro, 2012 em 20:50
      Permalink

      Cara, até ler a regra eu fiquei impressionado por terem roubado os Packers, mas após o texto que colocaram, acho que os juízes acertaram. Na minha opinião, o domínio foi maior do jogador do Packers, com certeza, mas em nenhum momento, o Tate chegou a perder o domínio, então pra mim é recepção simultânea.

      De qqr jeito, com ou sem árbitro oficial, erros sempre existiram e concordo com o Lucas na posição de que não vão parar só pq retornaram.

      Resposta
    • 26 setembro, 2012 em 14:45
      Permalink

      muito choro outros times foram prejudicados e não vi os sites fazerem textos tão revoltados pra mim o coração de alguns sites ta falando mais alto

      Resposta
      • 27 setembro, 2012 em 0:53
        Permalink

        Nunca escondi de ninguém no twitter que torço para o Indianapolis Colts, então não tem coração envolvido. E outra… Nenhum erro influênciou diretamente no resultado do jogo, esse sim. Basta ver a repercussão que teve – não só aqui, mas em outros sites e nos Estados Unidos.

        Resposta
    • 28 setembro, 2012 em 20:11
      Permalink

      eu falo mais do tal Everaldo Marques. Mas pra influenciaram sim por exemplo o jogo dos patriots contra os ravens ou não influenciou?

      Resposta

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Odds Shark Ad Bottom