Jogo da semana – 49ers @ Eagles

Por @MatheusFilippi

O mercado de apostas em futebol americano nos EUA não somente movimenta milhões de dólares por ano como também apresenta dados curiosos no decorrer da temporada. Uma rápida análise nos times mais apostados para vencer o Super Bowl na primeira semana mostrava Pittsburgh Steelers e New York Jets empatados em 2º, Atlanta Falcons em 3º e Philadelphia Eagles em 5º.
Dinheiro bem investido, certo? Na prática a coisa muda um pouco de figura. Todas as equipes citadas tinham tudo NA TEORIA para estarem liderando suas respectivas divisões caminhando a passos largos rumo à Indianápolis, porém a realidade é outra. Com o final da semana 4 vemos  Steelers, Jets e Falcons com 2 vitórias e 2 derrotas, enquanto que o Eagles está na lanterna da NFC East com apenas 1 triunfo em 4 jogos.
No último deles a equipe comandada por Andy Reid levou uma virada espetacular do San Francisco 49ers em pleno Lincoln Financial Field após estar vencendo por 23 a 3. O que acontece com o poderoso “dream team” da Philadelphia?  Confira a análise do Jogo da Semana.
Começo arrasador do Eagles
Com uma sequência de duas derrotas seguidas para Falcons e Giants, Philadelphia entrou em campo pressionado a apresentar um futebol à altura do investimento feito para a temporada, visto que foi a equipe que mais gastou dinheiro no mercado de free agents trazendo nomes como Nnmandi Asomugha, Jason Babin, Ronnie Brown e Vince Young. Já o 49ers vinha de vitória diante do Bengals e desejava manter a boa campanha fora de casa.

Muita pressão nos ombros do quarterback Michael Vick, que vem sofrendo para se manter saudável ao longo das primeiras partidas. Impondo passes rápidos e precisos, o QB do Eagles mostrou que estava recuperado de uma concussão sofrida na semana 2 e uma suspeita de mão quebrada na semana 3.

Logo no primeiro touchdown da equipe da casa deu para entender o motivo de tantas contusões de Vick: o fraco desempenho da linha ofensiva. Após o snap, ele escapou de 4 tackles e achou o TE Clay Harbor livre no fundo da endzone, 7 a 0 Eagles.

A reação da equipe visitante aconteceu no primeiro drive do segundo quarto. O contestado QB do 49ers Alex Smith posicionou bem o kicker David Akers, velho conhecido do torcedor da Philadelphia, que acertou um field goal de 37 jardas e diminuiu a vantagem, 7 a 3 Eagles.

Essa foi a única campanha de San Francisco com pontos no primeiro tempo, Alex Smith não acertava passes curtos e a equipe não conseguia estabelecer o jogo corrido com o RB Frank Gore. Já o Eagles esbarrou em um problema remanescente das temporadas passadas, o fraco desempenho na red zone.

Com o 3º pior desempenho na red zone em 2010, o Eagles caminha para uma marca semelhante nessa temporada. Com bons passes em profundidade para o wide receiver DeSean Jackson, Vick por duas vezes posicionou bem a equipe no campo de ataque, porém as duas campanhas se transformaram apenas em field goals de 32 jardas convertidos pelo kicker novato Alex Henery.

Na última campanha do time da casa antes do intervalo o ataque voltou a aparecer com um shovel pass de Vick para o RB LeSean McCoy que avançou 5 jardas até a end zone adversária, 20 a 3 Philadelphia.

Reação espetacular do 49ers

Pelo menos no início a segunda etapa foi um retrato fiel da primeira, com o Eagles dominando a posse de bola, posicionando bem na linha de 15 jardas do campo de ataque e perdendo mais uma chance de anotar o touchdown. Henery chutou o FG de 33 jardas e ampliou a vantagem para 20 pontos, 23 a 3.

Em ampla desvantagem no marcador o 49ers passou a arriscar passes longos, e foi em um deles que marcou o primeiro touchdown na partida. Alex Smith em um passe de 30 jardas para Josh Morgan começou a reação do time de San Francisco.

Com boas blitz pressionando Michael Vick e o mantendo dentro do pocket, a defesa do 49ers mais uma vez parou o ataque do Eagles na red zone e forçou o chute de field goal de 38 jardas. Porém dessa vez o novato da universidade de Nebraska não conseguiu colocar a bola dentro do Y para desespero do torcedor presente no Lincoln Financial Field.

A reação do 49ers foi imediata. Em um bom drive impulsionado por corridas de Frank Gore, Alex Smith achou o versátil Vernon Davis na linha de 5 jardas. O Tight end se esticou para dentro da end zone e diminuiu a diferença para apenas uma posse de bola, 23 a 17 na Philadelphia.

Vick recebeu a bola disposto a impedir qualquer reação do time de San Francisco e logo no primeiro snap acertou um passe maravilhoso de 61 jardas para DeSean Jackson.  Com o perdão da redundância, pela quinta vez a posse de bola na red zone não se transformou em TD, resultando em um fácil chute de 33 jardas para aumentar a diferença em duas posses de bola e praticamente acabar com qualquer esperança de reação.

O chute era realmente fácil, mas o kicker do Eagles não estava em uma tarde feliz. Sentindo a pressão, Henery errou e deu uma injeção de ânimo ao ataque adversário. Empolgado com a chance de passar pela primeira vez na frente, o 49ers variou bem corridas e passes curtos até que Frank Gore aproveitou a fragilidade dos line backers do Eagles e correu 12 jardas até a end zone, virada dos 49ers na Philadelphia, 24 a 23.

Restava pouco mais de 3 minutos, tempo de sobra para Vick pelo menos posicionar o ataque para um chute. O QB do Eagles acertou um passe de 32 jardas para Jeremy Maclin posicionando bem o seu kicker, porém o WR sofreu um fumble após a recepção e a bola foi recuperada pela defesa com menos de um minuto para o fim, colocando um ponto final na partida.

Vick teve o melhor jogo da carreira com 416 jardas lançadas e ainda sim não conseguiu vencer. Tem como explicar um apagão desses em um time recheado de estrelas? Sim. Apesar dos reforços há duas falhas graves na equipe: a linha ofensiva que não dá proteção ao Vick e a falta de um line backer que comande a defesa e impeça corridas. Melhor para o 49ers que venceu a segunda seguida fora de casa e segue liderando a sua divisão com três vitórias e uma derrota.

Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL, Matheus Filippi é colaborador semanal do @NFLBrasil.

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Odds Shark Ad Bottom