Jogo da Semana – Raiders @ Bills

Quando analisava os confrontos da semana 2 da NFL imaginava alguns bons duelos como candidatos ao Jogo da Semana. New England Patriots defendendo uma invencibilidade de 24 jogos em temporadas regulares em casa contra o bom time do San Diego Chargers, o retorno de Michael Vick a Atlanta ou talvez o New Orleans Saints vindo de derrota recebendo o forte Chicago Bears.
Confesso que todas as partidas citadas foram boas, mas um jogo em especial se destacou. Imagine dois times lutando para permanecer invictos, várias alternâncias de liderança com 5 campanhas e todas resultando em touchdown, tudo no último quarto. Por incrível que pareça, esse foi o roteiro de Oakland Raiders vs. Buffalo Bills, realizado no Ralph Wilson Stadium, em Buffalo, no último domingo (17).
Apesar de proporcionarem um quarto período épico, o começo foi digno das expectativas iniciais do duelo. Um festival de punts e faltas desnecessárias marcaram um primeiro período de dar sono que terminou em 0 a 0.
Quando a equipe visitante estabeleceu o jogo corrido os pontos começaram a aparecer. Após boas arrancadas do RB Darren McFadden, o também corredor Michael Bush furou os bloqueios na linha de 1 jarda e anotou o primeiro touchdown da partida, 7 a 0.
Atrás no marcador, o quarterback do Bills Ryan Fitzpatrick recebeu a bola de volta com a missão de empatar a partida, porém lançou uma interceptação bisonha. Correndo muito bem com a bola, o Raiders aproveitou a boa posição de campo e a fraca linha de linebackers do Bills para ampliar com mais uma corrida de 8 jardas, dessa vez de McFadden.
A única campanha razoável dos donos da casa na primeira etapa resultou em um field goal de 29 jardas marcado pelo kicker Rian Lindell, porém a reação foi ofuscada com mais um TD fulminante do Raiders. O quarterback visitante Jason Campbell mergulhou na endzone e fechou o primeiro tempo com uma vantagem de 21 a 3 em Buffalo.
Fred Jackson: Destaque dos Bills

Não sei o que o head coach do Bills Chan Gailey falou aos seus comandados no intervalo, pois o que vimos em campo no terceiro período foi outro time completamente diferente. A defesa melhorou muito e o running back Fred Jackson, que já havia passado das 100 jardas na semana passada, apareceu bem mais uma vez e correndo para um touchdown de 43 jardas. Fitzpatrick em outra campanha achou o wide receiver Steve Johnson na endzone levando a diferença para apenas uma posse de bola no final do terceiro quarto: 21 a 17.




Último quarto sensacional no Ralph Wilson Stadium


A surpreendente reação continuou no início do último período, mais uma vez com Fred Jackson. O RB achou espaço no meio de uma montanha de jogadores e avançou uma jarda para colocar pela primeira vez o Bills na frente, 24 a 21.
A liderança durou alguns minutos, visto que a reação do Raiders foi instantânea. McFadden apareceu sozinho na endzone para receber um passe de 12 jardas de Campbell e retomar a vantagem para o Oakland.
Porém em mais um excelente drive de 4 minutos, Fitzpatrick mostrou sincronia com seu tight end Scott Chandler em um passe de 6 jardas dentro da endzone, lançando seu segundo TD e levando ao delírio o torcedor presente  no Ralph Wilson Staduim, 31 a 28 Bills.
Mais uma vez não deu nem tempo da torcida comemorar, Jason Campbell calou o estádio em um passe impressionante de 50 jardas para o WR Denarious Wood marcar o touchdown que mudou pela quarta vez a liderança no placar no último período.
Defesa dos Raiders em ação

Improvável uma reação do Bills com apenas 3 minutos para o fim logo após levar um TD de 50 jardas, certo? Errado. Em uma campanha fantástica de 15 jogadas, com direito a conversão de duas 4º descidas, Fitzpatrick achou o recebedor David Nelson livre pelo meio da endzone nos segundos finais virando mais uma vez o jogo, 38 a 35 para os Bills.

Campbell teve ainda uma última chance de um passe longo, o chamado “Hail Marry”, mas foi interceptado pelo defensive back Da’Norris Searcy que colocou números finais na emocionante partida. Será? A jogada foi revista pelos juízes por cerca de 10 minutos, quando o árbitro principal anunciou que realmente tinha sido uma interceptação válida o estádio estava vazio e os dois times estavam nos vestiários.
Foi a primeira vez em 18 anos que um time converteu todas as 5 posses de bola do segundo tempo em touchdowns. Resta agora esperar o que esse time do Bills apresentará na próxima semana em Buffalo diante do Patriots, um confronto dos dois melhores ataques até agora na temporada 2011 da NFL.
Jornalista de Jundiaí e apaixonado pela NFL, Matheus Filippi é colaborador semanal do @NFLBrasil.

    Última Jarda

    Time Última Jarda - as principais notícias do mundo da NFL estão aqui!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Odds Shark Ad Bottom